O Jornal mais lido de Pinhais

Get Adobe Flash player

Instituto Água e Terra desenvolveu o sistema que mostra em tempo real que altura está o nível do rio, indicando o quanto choveu no período. Sistema ajuda a informar a sociedade sobre pior estiagem dos últimos anos. Média é atualizada toda semana, nas quintas-feiras.

A população pode conferir como está o nível dos rios em todo o Paraná pela internet. O Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, desenvolveu um sistema que mostra em tempo real o nível dos rios, indicando o quanto choveu. Um painel geográfico, chamado Hidroinfoparana, mostra o conjunto de estações de monitoramento hidrológico dos principais rios da Bacia Hidrográfica do Estado. 

O IAT é o órgão gestor estadual de recursos hídricos responsável pelo monitoramento hidrológico de todo o Estado. “Estamos vivendo a pior seca da história e é necessário informar a sociedade para que ela participe e entenda os motivos de muitas decisões tomadas”, explicou o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

O diretor-presidente do IAT, Everton Souza, explica que a baixa dos níveis dos rios impacta em políticas públicas. “Fica mais fácil para a sociedade compreender medidas como a proibição da pesca e da queima da cana-de-açúcar, por exemplo, decisões influenciadas por baixa umidade do ar e baixa precipitação nos rios”, disse.

TEMPO REAL - A chefe do Núcleo da Inteligência Geográfica e da Informação do IAT, Jaqueline Dorneles, explica que a ferramenta foi criada com o objetivo de acompanhar onde chove. “As estações mostram de forma remota e em tempo real em que altura está o nível do rio, indicando o quanto choveu no período. É uma forma, também, de dar transparência para a população, mesmo porque a ajuda da sociedade é fundamental para superar a crise hídrica em que vivemos atualmente”, explicou.

De acordo com o gerente de monitoramento e fiscalização do IAT, Alvaro Goes, os dados são de estações próprias do órgão e também as da Agência Nacional de Águas (ANA), da Copel e de outras concessionárias de geração de energia. “Atualmente, o IAT conta com 80 estações telemétricas que mostram de forma remota e em tempo real em que altura está o nível do rio e mais 450 estações de medição manual”, disse.

MAIOR RIO – O sistema atualizado nesta quinta-feira mostra dados de 59 pontos monitorados, onde apenas três indicam nível acima da média: os rios Porto Londrina, Cebolão e Chácara Ana Claudia, todos no Norte do Estado.

Afluente do Rio Paraná, o Rio Iguaçu é o maior do Estado em extensão. Formado pelo encontro dos rios Iraí e Atuba na parte Leste de Curitiba, ele deságua nas Cataratas do Iguaçu.

São cerca de 1300 km de extensão e 10 pontos de monitoramento do nível de água. Todos em situação crítica, abaixo da média, de acordo com as informações do Hidroinfoparana.

COMO USAR – Um sensor instalado nos rios monitorados manda informações a um equipamento que, por sua vez, as repassa via satélite. Atualmente, o sistema mostra informações de cerca de 80 estações telemétricas. A média semanal é atualizada toda quinta-feira. As estações onde o nível está acima da cota média são mostradas em verde enquanto as que estão abaixo da média são mostradas em vermelho.

As informações de chuva e nível dos rios também são mostradas através de gráficos. É possível consultar os dados através de filtros como rio e unidade hidrográfica, além dos dados e gráficos específicos de cada estação.

Para fazer as consultas, basta acessar o site www.iat.pr.gov.br, clicar em “Monitoramento” e em seguida em “Monitoramento Hidrométrico”

A Polícia Civil e a Polícia Militar do Paraná estão nas ruas, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (22), para desmantelar associação criminosa que comanda o tráfico de drogas no Centro e no bairro Cajuru, na capital, e em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Batizada de Lisboa, a operação visa cumprir 37 mandados de busca e apreensão em endereços relacionados aos alvos e 16 mandados de prisão preventiva contra líderes, gerentes, fornecedores e distribuidores de drogas naquelas regiões. 

Durante as investigações, que duraram cerca de 6 meses, a PCPR e a PMPR observaram que houve pouca ou nenhuma alternância na liderança do bando. É como se a associação criminosa fosse composta por líderes gerais, gerentes operacionais e revendedores finais – conhecidos como “pistas”, esses substituídos com frequência. 

CENTRO – As drogas que abasteciam o tráfico no Centro de Curitiba eram fornecidas por líderes distintos que comandavam o crime em Pinhais e no bairro Cajuru. Nesta região, a PCPR e PMPR cumprem 17 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva. 

CAJURU – O gerente operacional que atuava no bairro também distribuía drogas para revendedores finais do município de São José dos Pinhais, na RMC. Seis pessoas são alvos de prisão preventiva e 15 mandados de busca e apreensão serão cumpridos na região. 

Pinhais – O tráfico era comandado por um indivíduo com antecedentes por tráfico de drogas. Ele foi preso em 2016, com 73 quilos de crack, e estava em liberdade atuando no município e no Centro de Curitiba.  Aqui a PCPR e PMPR miram oito alvos. Três com mandados de prisão preventiva e cinco com mandados de busca e apreensão. 

INVESTIGAÇÕES – No decorrer das investigações foram presas em flagrante 17 pessoas ligadas ao bando, cumpridos quatro mandados de prisão preventiva, uma apreensão de adolescente, apreensão de duas armas de fogo, 173 gramas de cocaína, 2,3 quilos de crack e 4,8 quilos de maconha.

 

Localizada em Pinhais, na Grande Curitiba, Represa do Iraí é uma das mais atingidas pela estiagem e o plantio também simbolizou ação de preservação ambiental. Em todo o Paraná, 550 mil são distribuídas nesta segunda-feira, 21 de setembro.  

 

A represa do Rio Iraí, em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, recebeu nesta segunda-feira, 21 de setembro, o plantio de 31 mudas de espécies nativas. Atingida pela seca, a barragem do Iraí está hoje com 16,91% de sua capacidade, nível mais baixo entre todos os reservatórios da Sanepar. O plantio de mudas simbolizou a comemoração pelo Dia da Árvore e as ações de preservação ambiental que acontecem em todo o Paraná.

O Reservatório do Rio Iraí fica no Parque das Nascentes, um dos Centros de Educação Ambiental da Sanepar. Foram plantadas mudas de Araçá, Sassafrás, Erva Mate, Pitanga, Baguaçu, Canjarana, Ipê amarelo, Gurucaia e Araucária. A ação foi realizada pela Sanepar, a Secretaria do Estado de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, o Instituto Água e Terra (IAT) e a Secretaria de Meio Ambiente do Município de Pinhais.

Outra área da Sanepar, de quatro hectares, às margens do Rio Timbu, importante afluente da Represa do Iraí, também está sendo preparada para o plantio, totalizando quatro mil mudas em torno do reservatório.

CONSCIENTIZAR - Em todo o Paraná, 550 mil mudas foram plantadas, dentro do programa Paraná mais Verde, desenvolvido pelo Governo do Estado. As 550 mil mudas cobrem área equivalente a 500 campos de futebol. “Todos os 19 viveiros do Estado estão atuando para conscientizar a população sobre a importância das árvores para a natureza”, destacou o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes. “É uma grande ação que demonstra que o Paraná é o Estado que mais cuida e mais recupera o meio ambiente no Brasil”, completou.

O diretor de Meio Ambiente da Sanepar, Julio Gonchorosky, destacou que toda área de floresta é extremamente importante para a manutenção dos recursos hídricos por elevar o lençol freático. “Plantar árvore também é plantar água”, disse ele.

De acordo com Gonchorosky, o plantio de espécies nativas no local contribui para a atividade de educação socioambiental que já é feita no local pela Sanepar. “Estão sendo plantados espécies da flora nativa do Paraná, como pitanga, erva-mate e cedro, para que as pessoas conheçam na natureza o que já consomem”, disse. As mudas são do viveiro do IAT de Curitiba, com capacidade de produzir cerca de um milhão de mudas ao ano.

O diretor-presidente do IAT, Everton Souza, também ressaltou a importância do plantio na área da Bacia do Iraí sobretudo em função da crise hídrica que afeta o Paraná. “Esse plantio na maior bacia da Região Metropolitana, que hoje sofre com a estiagem, dá a conotação da recuperação ambiental no entorno dos reservatórios para auxiliar na produção de água”, destacou.

PARANÁ MAIS VERDE – As ações de plantio e distribuição de mudas no Dia da Árvore são parte do Programa Paraná Mais Verde. O programa teve início em 2019, com a distribuição de mais de 400 mil mudas aos alunos das 2.100 escolas estaduais e 400 escolas especiais nos 399 municípios.

O programa tem como meta o plantio de 10 milhões de árvores em todo o Estado até o final de 2022. Cada Escritório Regional do IAT planejou atividades para o plantio de mudas respeitando as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) diante da pandemia do coronavírus.

Em algumas cidades, por exemplo, a distribuição de mudas à população aconteceu no sistema Drive Thru, mantendo o distanciamento social e o uso de máscaras e álcool em gel.

“Plantar mudas nativas contribui não apenas com a manutenção de um clima ameno, mas também com a conservação das nascentes, responsáveis pelo nosso abastecimento de água”, destacou o diretor de Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto.

 

Estado agora acumula 144.792 infecções e 3.622 mortes em decorrência da doença. O Boletim da Secretaria da Saúde desta quarta-feira (9) também informa que há 1.012 pacientes com diagnóstico confirmado internados e 1.224 qua aguardam resultado do exame.

 

A Secretaria de Estado da Saúde confirma nesta quarta-feira (9) mais 1.066 diagnósticos positivos e 45 óbitos pela infecção causada pelo novo coronavírus. Com isso, o Paraná passa a acumular 144.792 casos e 3.622 mortes em decorrência da doença. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.

INTERNADOS – Nesta quarta-feira há 1.012 pacientes com diagnóstico confirmado internados. São 861 pessoas em leitos SUS (386 em UTI e 475 em enfermaria) e 151 pacientes em leitos da rede particular (49 em UTI e 102 em enfermaria).

Há outros 1.224 pacientes internados, 500 em UTI e 724 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos da infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – As 45 pessoas que faleceram estavam internadas. São 21 mulheres e 24 homens, com idades que variam de 32 a 90 anos. Um dos óbitos ocorreu em 7 de agosto e os demais entre os dias 2 e 9 de setembro.

Os pacientes que faleceram residiam em Curitiba (12), Paranaguá (4), Londrina (3), Campo Mourão (2), Colombo (2), Jataizinho (2), Palotina (2), Ponta Grossa (2). A Secretaria da Saúde divulga também um óbito em cada um dos municípios de Balsa Nova, Castro, Conselheiro Mairinck, Cornélio Procópio, Fazenda Rio Grande, Guaratuba, Imbituva, Marumbi, Medianeira, Pinhais, Piraquara, Quatiguá, Quatro Barras, Quinta do Sol, Reserva e São José dos Pinhais

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 1.541 casos de residentes de fora, sendo que 38 pessoas foram a óbito.

AJUSTES
Alteração de município:

Um caso confirmado no dia 30/08 em Toledo foi transferido para Cianorte.

Exclusão:
Um caso confirmado no dia 07/09 em Londrina foi excluído por duplicidade de notificação.

Estado agora acumula 144.792 infecções e 3.622 mortes em decorrência da doença. Boletim da Secretaria da Saúde desta quarta-feira (9) também informa que há 1.012 pacientes com diagnóstico confirmado internados e 1.224 qua aguardam resultado do exame.

 

A Secretaria de Estado da Saúde confirma nesta quarta-feira (9) mais 1.066 diagnósticos positivos e 45 óbitos pela infecção causada pelo novo coronavírus. Com isso, o Paraná passa a acumular 144.792 casos e 3.622 mortes em decorrência da doença. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.

INTERNADOS – Nesta quarta-feira há 1.012 pacientes com diagnóstico confirmado internados. São 861 pessoas em leitos SUS (386 em UTI e 475 em enfermaria) e 151 pacientes em leitos da rede particular (49 em UTI e 102 em enfermaria).

Há outros 1.224 pacientes internados, 500 em UTI e 724 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos da infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – As 45 pessoas que faleceram estavam internadas. São 21 mulheres e 24 homens, com idades que variam de 32 a 90 anos. Um dos óbitos ocorreu em 7 de agosto e os demais entre os dias 2 e 9 de setembro.

Os pacientes que faleceram residiam em Curitiba (12), Paranaguá (4), Londrina (3), Campo Mourão (2), Colombo (2), Jataizinho (2), Palotina (2), Ponta Grossa (2). A Secretaria da Saúde divulga também um óbito em cada um dos municípios de Balsa Nova, Castro, Conselheiro Mairinck, Cornélio Procópio, Fazenda Rio Grande, Guaratuba, Imbituva, Marumbi, Medianeira, Pinhais, Piraquara, Quatiguá, Quatro Barras, Quinta do Sol, Reserva e São José dos Pinhais

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 1.541 casos de residentes de fora, sendo que 38 pessoas foram a óbito.

AJUSTES
Alteração de município:

Um caso confirmado no dia 30/08 em Toledo foi transferido para Cianorte.

Exclusão:
Um caso confirmado no dia 07/09 em Londrina foi excluído por duplicidade de notificação.

Zanetti confirmou a infecção nas redes sociais, na noite desta segunda-feira

 

 

O prefeito de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, Bihl Zanetti, foi internado na UTI do Hospital Angelina Caron com a confirmação de Covid-19. De acordo com informações confirmadas pela assessoria do prefeito à Banda B nesta terça-feira (8), o prefeito está consciente e não se utiliza de respirador, sendo um internamento preventivo.

 

 

Zanetti confirmou a infecção nas redes sociais, na noite desta segunda-feira (7). “Boa noite a todos! Apesar de agir com todas as precauções, seguindo o máximo possível os protocolos sanitários, fui contaminado pelo coronavírus. Estou bem, porém enfrentando a doença. Conto com suas orações para que, em breve, estejamos juntos. Peço também a todos que continuem se protegendo! Essa é a melhor maneira de nos cuidarmos e cuidarmos de quem amamos”, disse.

A Banda B entrou em contato com a assessoria do Hospital Angelina Caron, que explicou que o prefeito foi internado na noite do último sábado (5). Na segunda-feira (7), ele foi encaminhado para a UTI. Zanetti está estável e acordado.

Além do Dia da Pátria, na segunda-feira (7), também é feriado na terça-feira (8) em Curitiba e outras cidades do Paraná. Os espaços culturais do Estado continuam fechados para o público, mas parte da programação pode ser conferida online, assim como a cerimônia do Sete de Setembro.

Confira funcionamento dos órgãos estaduais no feriado.Foto:Arnaldo Alves/Arquivo AEN

 

 

 

O feriado de Independência, comemorado nesta segunda-feira (7), vai interferir no funcionamento dos órgãos estaduais que já retomaram o atendimento ao público. Além de Curitiba, que celebra o dia da Padroeira, Nossa Senhora da Luz, também é feriado municipal na terça-feira (8) em Rio Negro (Sul), Engenheiro Beltrão (Centro-Oeste), Irati (Centro-Sul) e Clevelândia (Sudoeste).

Serviços essenciais, que não permitem paralisação, funcionam normalmente nas datas. Neste ano, até a cerimônia do Sete de Setembro será virtual, com transmissão pela TV Paraná Turismo e pelas redes sociais do Governo do Estado. Já os equipamentos culturais do Estado continuam fechados para o público por causa da pandemia, mas mantém várias programações online.

No site do Museu Oscar Niemeyer (MON), é possível acompanhar o conteúdo de oficinas e exposições virtuais na aba #monemcasa. O Centro Cultural Teatro Guaíra também disponibiliza uma programação online, só acessar o link #guairaemcasa no site da instituição. Também é possível acompanhar os conteúdos publicados pela Biblioteca Pública do Paraná em suas redes sociais.

Confira abaixo o horário de funcionamento de órgãos públicos estaduais:

ÔNIBUS – As linhas do Transporte Coletivo Metropolitano, coordenadas pela Comec, irão operar com tabelas especiais na segunda-feira e algumas delas sofrem alterações na terça-feira. A partir de quarta-feira (09), as linhas voltam a operar com as tabelas de dias úteis vigentes. As tabelas podem ser consultadas pelo link www.comec.pr.gov.br/Noticia/Feriado-da-Independencia-Confira-os-horarios-das-linhas-metropolitanas.

HOSPITAIS DO ESTADO – Funcionarão normalmente todos os dias. 

HEMEPAR – A coleta e os ambulatórios da Hemorrede não funcionarão na segunda-feira, somente o serviço de distribuição de hemocomponentes para os hospitais. Na terça-feira, a sede do Hemepar em Curitiba não abrirá para coleta. 

O endereço e telefone de todas as unidades da Hemorrede podem ser conferidos no site do

Hemepar: www.hemepar.pr.gov.br/#section-section4

FARMÁCIAS DO PARANÁ – Todas as unidades da Farmácia do Paraná fecham na segunda-feira. Na terça-feira, não haverá atendimento da 2a Reginal de Saúde (Curitiba), da 4a Regional (Irati), do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e do Centro Psiquiátrico Metropolitano. Os dois últimos localizados na Capital. 

RECEITA ESTADUAL – Não terá expediente em todas as agências na segunda-feira e, na terça-feira, na de Curitiba.

DETRAN – Todas as Ciretrans, que são os órgãos do Detran no interior do Estado, fecham na segunda-feira. Na terça-feira, não haverá atendimento nas Ciretrans de Curitiba, Irati e Clevelândia. Os usuários podem fazer consultas e serviços de habilitação e veículo no site www.detran.pr.gov.br.

POLÍCIA CIVIL – As delegacias vão atender normalmente, em regime de plantão 24 horas, exceto as de área administrativa.

PROCON – O serviço ainda não retomou o atendimento presencial. Os consumidores podem atendimento pelas plataformas consumidor.gov.br ou www.procon.pr.gov.br.

CEASA – As Ceasas de Londrina e Maringá estarão abertas na segunda-feira, enquanto as de Curitiba, Cascavel e Foz do Iguaçu fecham suas unidades nessa data. A de Londrina terá horário especial no dia 7, com o mercado atacadista atendendo das 3h da madrugada até as 10h da manhã. A Ceasa de Maringá mantém seu horário de funcionamento, das 5h30 às 12h. Todos os mercados atacadistas das Ceasas atendem normalmente na terça-feira.

COPEL – As agências e postos de atendimento da Copel em todo o Estado estarão fechadas na segunda-feira e a de Curitiba não abre terça-feira. Em casos de falta de energia ou emergência, os consumidores podem ligar para 0800 51 00 116.
SANEPAR – As agências da Sanepar de todo o Estado ficarão fechadas na segunda-feira, e a de Curitiba também ficará fechada na terça-feira. Em caso de vazamento de água ou esgoto, a Sanepar atende 24 horas pelo 0800 200 0115.

 

As atividades começam às 14 horas desta sexta-feira (04) e seguem até a meia-noite de terça (08). O principal objetivo é reforçar a presença da PM nas estradas e evitar acidentes de trânsito, além de orientar os motoristas com trabalho educativo.

 

 

Fiscalizações e abordagens policiais serão intensificadas durante a Operação Independência, do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), em toda a malha viária estadual neste feriado prolongado da Independência do Brasil. As atividades começam às 14 horas desta sexta-feira (04) e seguem até a meia-noite de terça (08). O principal objetivo é reforçar a presença da PM nas estradas e evitar acidentes de trânsito.

O policiamento preventivo e ostensivo contará com as equipes dos postos rodoviários e das seis companhias do batalhão distribuídas no Estado. O planejamento da unidade também abrange a fiscalização em pontos estratégicos para coibir o contrabando, descaminho, tráfico de drogas e armas. Nestas ações serão empregados cães de faro do BPRv para auxiliar nas abordagens.

Haverá ainda o combate à direção após ingestão de bebida alcoólica por meio da fiscalização com etilômetro (bafômetros) aos condutores flagrados em situação suspeita. Todo o efetivo do batalhão será empenhado com viaturas, motocicletas e módulos móveis para as ações preventivas e de combate a crimes nas rodovias, mas também orientações aos motoristas com o trabalho educativo.

Nos pontos onde há maior incidência de excesso de velocidade e de ultrapassagem em local proibido, os policiais militares rodoviários estarão com radares móveis para coibir o comportamento de motoristas que abusam da velocidade nas estradas. Serão observados outros tipos de condutas como falta do uso de cinto de segurança, porte de documentação de condutor e veículo, e das condições para circulação.

Neste domingo (30), a Secretaria de Saúde confirmou 10 novos casos de Coronavírus, chegando a 2370 diagnósticos positivos, sendo que destes 2023 estão recuperados e 276 estão em monitoramento.

 

PUBLICIDADE LEGAL

 

PUBLIQUE SÚMULAS

FALE CONOSCO

tudoPinhais@gmail.com

(41) 36638447

41-99690-0125

 

CONTATO COMERCIAL

atendimento pelo email:

tudoPinhais@gmail.com

 

Visitantes

004318754
Hoje
Ontem
Ultima Semana
Ultimos Mêses
Este Mês
Último Mes
Total Geral
932
2013
14199
4293188
44941
59940
4318754

Your IP: 162.158.78.186
Server Time: 2020-10-24 12:24:04

Facebook