O Jornal mais lido de Pinhais

Get Adobe Flash player

 

Boletim divulgado neste domingo (30) pela Secretaria de Estado da Saúde soma 129.211 casos confirmados e 3.212 mortes causadas pela Covid-19. Os óbitos registrados no atual informe são de pessoas que estavam internadas. São 8 mulheres e 9 homens, com idades que variam de 41 a 84 anos.

A Secretaria de Estado da Saúde confirma no boletim epidemiológico deste domingo (30) 1.620 novos casos de infecção e 17 óbitos causados pelo novo coronavírus. Com os últimos registros, o Paraná soma agora 129.211 casos e 3.212 mortos em decorrência da Covid-19. Há ajustes nos casos confirmados detalhados ao final do texto.

INTERNADOS – O boletim registra que 971 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados hoje. Deste total, 793 pessoas estão em leitos SUS (384 em UTI e 409 em leitos clínicos/enfermaria) e 178 em leitos da rede particular (59 em UTI e 119 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.182 pacientes internados que ainda aguardam o resultado dos exames. São 539 pessoas em leitos UTI e 643 em enfermaria. Os doentes em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 17 pacientes, todos estavam internados. São 8 mulheres e 9 homens, com idades que variam de 41 a 84 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 27 de agosto a 30 de agosto.

Os pacientes que faleceram residiam em: Curitiba (7), Ponta Grossa (2) e um caso em cada um dos seguintes municípios: Campo Largo, Cascavel, Cianorte, Francisco Beltrão, Itaperuçu, Lapa, Rio Branco do Sul e São Mateus do Sul.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 1.392 casos de residentes de fora do Paraná. Destes, 39 pessoas foram a óbito.

AJUSTES – O novo boletim traz ajustes na localização de casos, com alteração de município:

Um óbito confirmado no dia 28/8 em Pinhais (M, 78a) foi transferido para Curitiba;

Um óbito confirmado no dia 28/8 em Guaratuba (F, 51a) foi transferido para Pinhais.

Confira o informe completo clicando aqui.

Litoral tem 22 novos casos.

 
A Secretaria de Estado da Saúde transferiu, neste domingo (30), um caso de Covid-19 registrado em Guaratuba para o município de Pinhais. É justamente a mulher de 51 anos, Carla Regiane Mocibrocki, que tem residência no bairro Cohapar, foi encaminhada pela Secretaria Municipal de Saúde para o Hospital do Rocio e faleceu na sexta-feira (28), tendo o óbito registrado no informe da Sesa no sábado.

 


“A mudança estatística não altera o sentimento de perda de mais uma pessoa em nossa comunidade”, comentou a Secretaria Municipal da Saúde ao explicar o caso. Ela foi a sexta vítima da doença em Guaratuba na semana que se encerrou.

Em registro de casos, o Litoral do Paraná teve 22 novas confirmações pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) neste domingo: Paranaguá (10), Morretes (5), Guaratuba (3), Pontal do Paraná (2), Matinhos (1) e Antonina (1). O aumento de casos confirmados é de 21 porque Guaratuba teve 3 a mais e 1 a menos.

Os novos casos em Guaratuba foram em Caieiras (1 homem de 31 anos), Cohapar (1 mulher de 29) e Figueira (1 mulher de 48). A cidade tem 8 pessoas internadas: 6 no Hospital Regional do Litoral (Paranaguá) e 2 no Hospital do Rocio (Campo Largo).

Já são 5.097 casos confirmados da doença na região: Paranaguá (3.177), Guaratuba (520), Pontal do Paraná (378), Morretes (377), Antonina (322), Matinhos (289) e Guaraqueçaba (34). DE acordo com a Sesa, já são 3.649 pessoas recuperadas nas sete cidades;

O número de óbitos no litoral é de 116 no total, sendo: Paranaguá (70), Guaratuba (13), Pontal do Paraná (12), Matinhos (10), Antonina (5), Guaraqueçaba (3) e Morretes (3).

No Paraná houve 1.620 novos casos e 17 óbitos registrados neste domingo. Já são 129.211 casos confirmados, com 85.464 pacientes recuperados e 3.212 óbitos por covid-19.

A Caixa inicia hoje (28) o ciclo 2 de pagamentos das parcelas do auxílio emergencial. Os créditos começam pelos beneficiários nascidos em janeiro. O segundo ciclo de pagamentos vai até 27 de outubro.

Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal.

Neste ciclo, mais três públicos foram incluídos: trabalhadores que fizeram o cadastro nas agências dos Correios entre 2 de junho e 8 de julho; trabalhadores que fizeram a contestação pelo site da Caixa ou App Caixa | Auxílio Emergencial de 3 de julho a 16 de agosto e foram considerados elegíveis; beneficiários que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores, mas que tiveram o benefício reavaliado em agosto. No caso das reavaliações, o benefício foi liberado novamente para 148 mil pessoas.

Hoje, quase 4 milhões de brasileiros vão receber o benefício e já poderão movimentar os recursos por meio do aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível pagar boletos e fazer compras na internet e nas maquininhas em mais de 1 milhão de estabelecimentos comerciais.

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito em conta Poupança Social Digital e saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento.

Aqueles que tiveram os pagamentos retidos vão receber todas as parcelas a que têm direito de uma só vez, dentro do Ciclo 2. Já os trabalhadores que optaram por realizar o cadastro nos Correios e aqueles que contestaram vão receber a primeira parcela também nesta sexta-feira (28), dentro do Ciclo 2. As parcelas P2 e P3 serão pagas no Ciclo 3 e as parcelas P4 e P5, no Ciclo 4.

Confira os calendários de crédito na poupança social e de saques:

 

Calendário de saques em dinheiro e transferências – Ciclo 2

19 de setembro

(sábado)

22 de setembro

(terça-feira)

29 de setembro

(terça-feira)

1º de outubro

(quinta-feira)

3 de outubro

(sábado)

6 de outubro

(terça-feira)

Nascidos em janeiro

Nascidos em fevereiro

Nascidos em março

Nascidos em abril

Nascidos em maio

Nascidos em junho

 

8 de outubro

(quinta-feira)

13 outubro

(terça-feira)

15 de outubro

(quinta-feira)

20 de outubro

(terça-feira)

22 de outubro

(quinta-feira)

27 de outubro

(terça-feira)

Nascidos em julho

Nascidos em agosto

Nascidos em setembro

Nascidos em outubro

Nascidos em novembro

Nascidos em dezembro

Fonte: Caixa Econômica Federal

Fonte: Caixa Econômica Federal

Balanço

A Caixa já pagou R$ 179 bilhões para 66,9 milhões de pessoas. Foram realizados 254,2 milhões de pagamentos. O site auxilio.caixa.gov.br recebeu 1,66 bilhão de visitas e a central exclusiva 111 registra cerca de 463 milhões de ligações. O aplicativo Caixa | Auxílio Emergencial teve 115,4 milhões de downloads e o aplicativo Caixa Tem, para movimentação da poupança digital, ultrapassa 215 milhões de downloads.

Morre o produtor musical Arnaldo Saccomani

Arnaldo Saccomani faleceu na madrugada desta quinta-feira

Arnaldo Saccomani faleceu na madrugada desta quinta-feira

 

Reprodução Rede TV!

Instrumentista, produtor musical, compositor e jurado em programas de televisão, Arnaldo Saccomani veio a falecer no início da madrugada desta quinta-feira, 27.

Arnaldo, já de muitos anos, sofria de uma diabete muito severa e insuficiência renal.

 

Trabalhou no SBT até janeiro passado, como diretor musical das novelas, desde “Véu de Noiva” até “As Aventuras de Poliana”, participando também de vários programas.

Foi jurado do “Astros”, “Ídolos”, “Qual é o seu talento?” e, nesses últimos anos, também participou do quadro “Dez ou Mil”, no “Programa do Ratinho”.

Depois de trabalhar em algumas rádios de São Paulo, como Antena Um e Jovem Pan 2 na década de 1990, passou a se dedicar à produção musical, em trabalhos de Tim Maia, Jane Duboc, Mara Maravilha, Peninha, Placa Luminosa, Rita Lee, Fábio Junior, Ronnie Von, Angel, Tiririca, Larissa Manoela e vários grupos de pagode.

 

Arnaldo completou 71 anos no último dia 24. Faleceu em casa. Deixou esposa e duas filhas.

O SBT soltou nota de pesar há poucos minutos 

 

É com profundo pesar que o SBT lamenta o falecimento do produtor musical e jurado Arnaldo Saccomani, de 71 anos, vítima de insuficiência renal. Saccomani estava em seu sítio, na cidade de Indaiatuba, interior de São Paulo.

Com uma carreira vitoriosa de mais de 50 anos na indústria fonográfica, Arnaldo Saccomani foi responsável pela trajetória musical de grandes cantores, bandas e conjuntos musicais como Ronnie Von, Tim Maia, Os Mutantes, Fábio Jr e Os Travessos. Estabeleceu a carreira de Tiririca, intermediou o contrato de Mamonas Assassinas com a gravadora EMI, e foi responsável pelos grandes sucessos musicais de Mara Maravilha.

Além de produtor e compositor, Saccomani atuou como jurado de realities nos últimos anos, tendo feito parte, no SBT, dos programas Ídolos, Astros e Qual é o Seu Talento?, onde se destacou com as críticas contundentes, que o levou a fazer parte do quadro Dez ou Mil, do Programa do Ratinho, onde participava semanalmente, mas estava afastado por conta do risco da Covid-19.

Arnaldo Saccomani também foi diretor musical da teledramaturgia do SBT, tendo participado ativamente da trilha sonora das novelas Carrossel, Chiquititas, Cúmplices de Um Resgate, Carinha de Anjo e As Aventuras de Poliana.
O compositor deixa a esposa Vera e duas filhas. O SBT presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família.

O velório acontece até o meio-dia no Cemitério Memorial Parque Paulista em Embu das Artes.

Em um ano, a população do país aumentou em 1,6 milhão de pessoas

Comercio de rua, São Paulo (SP) , pandemia de coronavírus.

 

 

A população estimada do Brasil é de 211.755.692 pessoas. Em 2019, a população estimada era de 210.147.125 pessoas. Portanto, de acordo com a projeção, o Brasil ganhou mais 1,6 milhão de habitantes em um ano.

Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foram divulgados hoje, em portaria do Diário Oficial da União. De acordo com o levantamento, os estados mais populosos são: São Paulo (46.289.333), Minas Gerais (21.292.666) e Rio de Janeiro (17.366.189).

O Distrito Federal conta com uma população de 3.055.149 habitantes. Roraima é o estado com a menor estimativa populacional (631.181).

tabela completa, por estado, pode ser conferida no Diário Oficial da União. 

*Colaborou Vitor Abdala, do Rio de Janeiro

O Paraná criou 8.833 empregos com carteira assinada em julho, um incremento de 214% em relação a junho, quando foram abertas 2.829 vagas. O desempenho é o quarto melhor do País, atrás apenas de São Paulo (22.967), Minas Gerais (15.843) e Santa Catarina (10.044). Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (21) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ligado ao Ministério da Economia.

Os números, destacou o governador Carlos Massa Ratinho Junior, apontam para o início da retomada da economia paranaense, mesmo com as restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. “O resultado é muito bom e reflete a força e potencial do Estado. Um Paraná inovador e trabalhador. O Governo está tomando todas as medidas para que a economia volte a acelerar, gerando emprego e renda para os paranaenses”, afirmou.

O caminho para a retomada do crescimento passa por investimentos públicos e privados, ressaltou Ratinho Junior, destacando que a segurança institucional do Estado e a força do agronegócio contribuem com a melhoria desse cenário. “Adotamos várias medidas para não parar o sistema econômico, ao mesmo tempo em que tomamos o cuidado com as recomendações de órgãos da saúde”, disse.

SETORES - Os setores que mais se destacaram em julho foram da indústria de transformação, com 6.502 empregos criados. Na sequência, destaque para a construção civil (2.003 vagas), comércio (1.250), agricultura (390) e serviços industriais e de utilidade pública (58). Apenas o setor de serviços apresentou resultado negativo, fechando 1.370 postos.

MUNICÍPIOS – Os municípios do Paraná com melhor desempenho no Caged em julho foram Arapongas (686 empregos gerados), Umuarama (637), Ponta Grossa (623), Rolândia (441), Ortigueira (423), Palotina (408), Cafelândia (323), Palmas (239), Cambé (236) e Colombo (226).  Já Curitiba apresentou a abertura de 153 vagas, abaixo do desempenho de junho, quando teve salto positivo de 301 postos.

“Novamente apresentamos saldo positivo na colocação de novos postos de empregos. Estamos aos poucos efetivando o processo de retomada, com crescimento da geração de emprego e renda no Estado”, ressaltou o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Mauro Rockenbach.

“Vamos continuar firmes com a captação de vagas por meio das Agências do Trabalhador para que possamos dar continuidade a essa ação proativa de intermediação de mão de obra determinada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior”, completou ele.

ACUMULADO – No acumulado do ano, porém, o saldo do Paraná ainda é negativo. Enquanto foram contratados 624.249 trabalhadores, outros 663.628 foram dispensados. Ainda assim, é o estado que menos perdeu postos de trabalho no Sul do País em 2020 – Santa Catarina (-45.095) e Rio Grande do Sul (-95.036).

Já o desempenho paranaense mês a mês aponta: janeiro (17.932), fevereiro (28,720), março (-12.277), abril (-59.022), maio (-25.012), junho (2.447) e julho (8.833).

“Indústria de transformação, comércio e construção começam a se recuperar, atividades importantes que alavancam outros setores da economia”, destacou a chefe do Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, Suelen Glisnki.

NACIONAL – Os dados do Caged mostram ainda que o País abriu 131.010 novos postos de trabalho formal no mês, resultado de 1.043.650 admissões e 912.640 desligamentos no período, interrompendo a sequência negativa desde março.

O desempenho foi impulsionado pela Indústria de Transformação, com saldo positivo de 53.590 em julho. Depois vieram os setores de Construção, com 41.986, e Comércio, que registrou 28.383. Completam a lista a Agropecuária, que registrou saldo positivo de 23.027.

Todas as cinco regiões do país tiveram resultado positivo em julho. O melhor saldo pertence ao Sudeste, com a criação de 34.157 (0,18%) postos de trabalho, enquanto a maior variação relativa do estoque coube ao Norte do país, com 0,76% após gerar 13.297 vagas de emprego com carteira assinada.

No mês, a região Nordeste teve saldo positivo de 22.664 postos, equivalente a 0,37%; enquanto o Sul registrou 20.128 postos (0,29%) e o Centro-Oeste 14.084 postos, 0,44%;

Das unidades da federação, apenas Rio de Janeiro, Sergipe e Amapá registraram resultado negativo. Respectivamente, o resultado dos três estados é de -6.658 postos (-0,22%); -804 postos (-0,30%); e -142 postos (-0,21).

 

O bairro Pineville receberá uma nova área de lazer na Rua Jacarezinho e outros locais estão passando por obras de melhorias 


As Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Obras Públicas trabalham em diversas frentes de trabalho para melhorar a infraestrutura de praças, áreas de lazer e para a prática desportiva. O bairro Pineville será contemplado com uma nova praça, na Rua Jacarezinho, com campo e quadra de vôlei de areia, espaços de lazer, academia ao ar livre, demais estruturas, além do paisagismo. 


No Parque Linear às margens do Rio Atuba, acontece uma grande obra nos bairros Estância Pinhais (já concluída) e Emiliano Perneta, onde estão sendo instaladas três quadras - futebol de areia, vôlei e poliesportiva -, além de parquinhos, academia ao ar livre, cancha de bocha e pergolados. As obras iniciaram com a realocação de diversas famílias que viviam em situação de risco e aliou uma série de outros benefícios, como evitar alagamentos e preservar a mata ciliar. Agora, no Emiliano Perneta, a Prefeitura dá continuidade a uma gama de serviços para toda essa área, que tem extensão aproximada de 2 km e compreende o trecho entre a Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel (PR- 415), no Parcão, até a Rua Apucarana.


Já a praça da Boa Esperança, no bairro Pineville, passa por reforma geral, com revitalização da quadra, troca de alambrados, reforma do parquinho e da academia ao livre, entre outras intervenções. 


Ao final da Rua Juriti, o Campo de Futebol do Jardim Claudia está passando por uma série de melhorias. O local foi aterrado, recebeu muretas e revisão na sistema de drenagem. Ainda serão realizados o plantio de grama e a instalação de novos alambrados.

 

Termo de compromisso assinado junto ao município permite à construtora investir em um novo empreendimento na cidade, e em contrapartida, vai reformar o ginásio esportivo

Uma iniciativa inédita em Pinhais vai gerar bons resultados para a cidade: geração de emprego, aquecimento da economia local, valorização de um dos maiores bairros do município, um novo empreendimento habitacional e a reforma de um espaço público. Pela primeira vez, o município e uma empresa assinam um de termo de compromisso que permite à organização investir em um novo espaço na cidade, e em contrapartida, reformar um ginásio esportivo.

A construtora Tenda fará um investimento em um novo condomínio de habitação coletiva com 352 unidades, no Jardim Claudia.  O “Parque Bellagio” será composto por 22 blocos de apartamento e estará localizado na Rua Clemente Itsyo Horikoskhi.

Para a construção, a empresa elaborou o Estudo de Impacto de Vizinhança e forneceu à Secretaria de Urbanismo todas as informações técnicas necessárias para a avaliação do empreendimento. O estudo passou também pela análise do Conselho Municipal de Urbanismo, que deferiu a implantação do condomínio e definiu a obra de contrapartida, no caso a reforma do Ginásio do Perdizes, localizado no bairro Atuba. Assim, firmou-se o Termo de Compromisso de Contrapartida, formalizando a realização das benfeitorias no município pela construtora.

O documento foi assinado no mês de junho, durante um encontro que reuniu integrantes da empresa e da Prefeitura. Estiveram presentes José Francisco Duarte, gerente de Negócios da regional Paraná da Tenda; Maria Carolina Santos Budel, responsável pela área de legalização da Tenda no Paraná; o Secretário Municipal de Urbanismo, Marcus Vinicius Senegaglia Jorge e a diretora de Planejamento Urbano, Karime Fayad.

Pelo termo assumido, a empresa deve, primeiramente, realizar o trabalho de reforma do ginásio esportivo. A estrutura vai receber ampliação, reforma geral hidráulica e elétrica, além de telhado e novo acabamento. Na sequência, será liberado o Certificado de Vistoria de Obra para o empreendimento ser iniciado no bairro Jardim Claudia. A previsão é que os trabalhos começarem até o final de setembro.

Segundo a diretora da Secretaria de Urbanismo, Karime Fayad, esta é uma ação importante para a cidade. “Esta é uma iniciativa inédita, pois anteriormente foram previstas outras contrapartidas, menores, como duplicação de pista viária ou melhorias de acessos. Em Pinhais, essa é a primeira contrapartida deste porte e que vai trazer benefícios para os usuários do ginásio; para a gestão pública, é vantajoso não precisar desembolsar e licitar recursos próprios para essa reforma que era uma solicitação da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer” explicou.

Além da reforma do ginásio, o município recebeu a doação de três lotes adjacentes ao condomínio habitacional que serão destinados à implantação de sistema viário, área de preservação ambiental e equipamento público, totalizando cerca de 5.500m².

 

Município é um dos pioneiros ao realizar reunião pública nas redes sociais

Nos tempos de pandemia, muitas ações presenciais tiveram que ser ajustadas para um novo formato. A administração pública municipal precisou se adaptar a essa nova realidade e Pinhais, assim como em diversas outras áreas, também inovou ao realizar a audiência pública sobre a Lei Orçamentária Anual (LOA) em forma de “live” por meio do seu Facebook, sendo uma das primeiras Prefeitura a adotar esse meio de comunicação para ouvir a comunidade e prestar contas sobre as solicitações da população no ano de 2019.

Na abertura da “live”, a prefeita de Pinhais, Marli Paulino, ao lado da vice-prefeita, Rosa Maria, lembrou a importância de realizar uma administração participativa, ouvindo as necessidades da população, e que neste momento em que a realização de eventos públicos não é possível, usar as redes sociais para continuar ouvindo os desejos dos cidadãos demonstra o respeito que a administração tem com as pessoas. 

“A administração pública é uma missão compensadora e complexa ao mesmo tempo. Compensadora porque conseguimos melhorar a vida de muitas pessoas e contribuímos com o crescimento de Pinhais. Complexa porque administrar uma Prefeitura é fazer a vontade da maioria, atendendo a todas as necessidades. Por isso, em Pinhais, sempre ouvimos as pessoas e fazemos o que elas pedem. Trabalhamos para atender o máximo dos anseios da nossa comunidade, e essa ‘live’ é mais uma importante prestação de contas e oportunidade de ouvirmos a nossa população. Agradecemos cada cidadão que nos ajuda a fazer nossa cidade cada vez melhor e ser este orgulho de cidade”, falou a prefeita.

Apresentada pelo diretor de Comunicação, Márcio Mainardes, e pela diretora do Departamento de Orçamento, Sheila Cristina de Deus, a “live” serviu para sanar as dúvidas sobre o orçamento municipal e para orientar as ações da Prefeitura para o próximo ano. Os munícipes puderam participar com perguntas, como as relacionadas à questão da saúde. Por exemplo, a não existência de UTI em Pinhais, a qual é uma responsabilidade do Governo do Estado que administra a existência dessas Unidades nas cidades.

Outra questão explicada na “live” foi a diferença de recursos de fonte livre e vinculados. A primeira pode ser utilizada em qualquer área, como na construção, ampliação, reformas, contratação de serviços, por exemplo. Já os recursos vinculados são aqueles que não podem ser gastos além do que já foi determinado, assim como os recursos oriundos de fundos. 

A população ainda pode participar da elaboração do orçamento anual 2021 até o dia 14 de agosto preenchendo o questionário disponível no site da Prefeitura, apontando os itens que consideram mais importantes para o seu bairro em que moram. Posteriormente, a população poderá acompanhar no Portal da Transparência os itens mais votados.

Serviço
A população pode participar da LOA 2021 respondendo o questionário disponível até o dia 14 de agosto no link.: https://bit.ly/2Or8VdC

Veja a “live” neste link - www.facebook.com/prefeituradepinhais/videos/738243917017820/ 

Com 1641 casos confirmados até o momento, Pinhais tem 1286 pacientes recuperados, o equivalente a 78% dos casos registrados no município

 

Diariamente as Secretarias Municipais de Saúde atualizam os novos casos de Coronavírus. As informações são repassadas para a Secretaria Estadual de Saúde que faz um informe completo e detalhado da doença em todo o Paraná.

Mesmo com as medidas e recomendações por parte das autoridades de saúde, os casos confirmados de coronavírus vem aumentando e as estatísticas reforçam que o momento exige precaução. No boletim, os novos casos de pessoas confirmadas com Covid-19 e o de óbitos registrados são os pontos que mais chamam atenção. No entanto, há um dado extremamente importante, que revigora a esperança e fortalece a todos para vencer a doença: os casos de pessoas recuperadas.

Os dados do último boletim oficial do município, de 04 de agosto, revelaram um o total de 1641 diagnósticos positivos. Destes, aproximadamente 78% dos pacientes (1286) já estão recuperados, um índice maior que a média do Estado e entre os primeiros da Região Metropolitana.

A Secretaria Municipal de Saúde destaca que este é um número positivo e explica como é feito o trabalho deste quando o paciente é diagnosticado até ele se recuperar. A partir da avaliação médica no atendimento as pessoas que apresentam alguns sintomas característicos da doença, as equipes realizam ou marcam a coleta do exame para detecção. Com o exame confirmado, a equipe da Unidade de Saúde realiza o monitoramento para avaliação da evolução dos sintomas, bem como orientações, quando do agravamento e ou complicações. Conforme recomenda o Ministério da Saúde, os pacientes com casos leves entram na conta de recuperados quando não apresentam mais os sintomas após 14 dias do início da infecção.

Um caso de paciente recuperado é o da moradora do bairro Maria Antonieta, a psicóloga Maria Edna de Souza, de 58 anos. Ela conta que ficou mal, teve febre, falta de ar, dores no corpo e ficou sem vontade de comer. Devido aos sintomas, foi até a UPA de Pinhais e fez o exame, mas para surpresa dela o resultado deu negativo. Com a situação ficou em casa, em isolamento e novamente fez o exame que desta vez a diagnosticou com a doença. Neste período, durante praticamente dois meses, entre abril e maio, ela conta que foi uma fase difícil, sem ver os netos, os filhos, e as pessoas. Maria destaca que recebeu um bom atendimento da Secretaria de Saúde que entrava em contato todos os dias e foi muita prestativa, dando todas as orientações ao caso.

Ver este alto índice de pessoas recuperadas em Pinhais é positivo afirma a secretária Municipal de Saúde, Adriane da Silva Jorge Carvalho. “Este número de pessoas recuperadas é um dado importante no monitoramento. Considerando que o município já tem 78% dos casos confirmados considerados recuperados porque conseguiram superar a doença. Avaliamos ainda que a maioria dos pacientes passou este período em isolamento domiciliar, com sintomas leves, como demonstram os estudos apresentados que de 80 a 85% da população vai desenvolver a forma leve da doença” explicou.

E mesmo quem já se recuperou segue praticando os procedimentos de prevenção. Maria confirma que continua usando máscara de proteção, passando álcool em gel nas mãos, chegando da rua já coloca a roupa que usou para lavar e mantém as precauções. Desta fase que vivenciou ela conta que serviu para reforçar dois pontos que ajudaram a se curar. "Esta doença me fez refletir bastante. Primeiro é que temos que ter consciência e seguir as orientações médicas. Segundo é que temos que ter fé, não nos esquecermos do nosso lado espiritual. Para mim foi o que mais me marcou. A dificuldade esta aí, ela existe e temos que estar preparados. Temos que ter consciência, pois se todos fizerem a sua parte, venceremos esta doença”.

 

 

 

Além disso, os munícipes podem colaborar preenchendo o questionário, disponível até o dia 14 de agosto no site da Prefeitura

 

 

A Prefeitura de Pinhais realiza nesta quinta-feira (6), às 18h30, a audiência pública da Lei Orçamentária Anual (LOA). Por conta das medidas de segurança do novo Coronavírus, desta vez, a audiência acontecerá por meio de uma live pelo Facebook da prefeitura. Portanto, a participação da população se dará por meio virtual.

A LOA serve como orientação para as ações que a Prefeitura desenvolverá em todos os setores da administração pública. Desta forma, a participação da população é importante, pois, ajuda a decidir juntamente com o poder público quais são as prioridades de investimento na cidade.

Os munícipes podem colaborar preenchendo o questionário, disponível até o dia 14 de agosto no site da Prefeitura, apontando os itens que consideram mais importantes para o bairro em que moram. Posteriormente, a população poderá acompanhar no Portal da Transparência os itens mais votados nesta consulta à comunidade.

Esta ação, promovida pela Prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria Municipal de Finanças, faz parte do processo do Orçamento Integrado, que abre espaço para a população discutir juntamente com o poder público quais são as prioridades de investimento na cidade de forma intersecretarial. Deste modo, a participação da população nos apontamentos de suas preferências é fundamental.

Serviço

Participe da elaboração da LOA 2021. A Live será transmitida pelo facebook da Prefeitura, nesta quinta-feira (6), às 18h30. O questionário disponível até o dia 14 de agosto no link.: https://bit.ly/2Or8VdC

PUBLICIDADE LEGAL

 

PUBLIQUE SÚMULAS

FALE CONOSCO

tudoPinhais@gmail.com

(41) 36638447

41-99690-0125

 

CONTATO COMERCIAL

atendimento pelo email:

tudoPinhais@gmail.com

 

Visitantes

004318724
Hoje
Ontem
Ultima Semana
Ultimos Mêses
Este Mês
Último Mes
Total Geral
902
2013
14169
4293188
44911
59940
4318724

Your IP: 172.69.62.250
Server Time: 2020-10-24 12:08:59

Facebook