O Jornal mais lido de Pinhais

Get Adobe Flash player

Curitiba

Após cruzarem os braços, desde a madrugada desta segunda-feira (23), por causa do atraso no pagamento do vale salarial, os funcionários da empresa CCD voltaram a trabalhar por volta das 8h30. Com isso, as 34 linhas que estavam paralisadas volta a circular ainda na manhã de hoje, segundo informações do Sindicato dos Motoristas e Cobradores (Sindimoc).

De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores (Sindimoc), com a confirmação do pagamento do vale, que deveria ter sido pago na última sexta-feira (20), os motoristas e cobradores realizaram uma assembleia e decidiram voltar a trabalhar.

Na mesma reunião eles aprovaram o indicativo de greve para o próximo mês, caso a CCD não efetue o pagamento do salário até o quinto dia útil (7) de fevereiro.

A empresa Tamandaré Filial ainda não pagou o vale de janeiro, mas os funcionários decidiram trabalhar dando voto de confiança na promessa da empresa de efetuar pagamento ainda nesta segunda-feira. Segundo o Sindimoc, se o valor não cair na conta dos trabalhadores até o fim do dia eles devem prara as atividades nesta terça-feira (24).

Centenas de pessoas paticiparam, no final de semana, das comemorações do Dia Nacional do Fusca em Curitiba. Os admiradores do carrinho se reuniram e homenagearam o veículo que já saiu de fabricação, mas se tornou um ícone nacional. Ontem, foi realizada a 11ª edição do Dia Nacional do Fusca (DNF), na sede da Unisociesc, no Pinheirinho.

Dezenas de Fuscas ficaram expostos. O evento contou com carros de diferentes épocas e estilos, além da companhia de "parentes" como os clássicos Kombi e Variant. Além disso, houve comércio de peças, sorteio de brindes, premiações para os expositores, espaço recreativo e praça de alimentação.

O modelo chegou ao Brasil em 1951. Em 1986 a Volks deixou de fabricá-lo no País, mas retornou em 1993 por sugestão do então presidente Itamar Franco. Em 1996, a empresa deixou de produzir novamente o carro no Brasil. Em julho de 2003, o último Fusca foi produzido no México. Foi o carro mais vendido no mundo.

 

CONTATO COMERCIAL

atendimento pelo email:

tudoPinhais@gmail.com

 

Facebook