O Jornal mais lido de Pinhais

Get Adobe Flash player

IAT orienta como fazer denúncias de crimes ambientais

Denúncias devem ser oficializadas para o envio de profissional do Instituto Água e Terra ao local para verificar a situação. É possível acionar o órgão ambiental estadual por e-mail e telefone em todo o Paraná.

 

O Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, fiscalizou na última semana duas denúncias publicadas na internet sobre poluição. As situações chamaram a atenção por terem bastante repercussão nas redes sociais.

Uma das publicações associou a mortandade de peixes no Rio Tibagi, nos Campos Gerais, à grande quantidade de algas em um ponto onde ocorre a prática de rafting. O Escritório Regional de Ponta Grossa recebeu a denúncia e enviou seu corpo técnico para verificar a situação.

Ficou constatado que a presença de algas a que se refere a publicação se deve a um problema ocasionado em agosto do ano passado por uma enchente. O Rio Tibagi foi encontrado dentro da sua normalidade pelos técnicos do IAT. A fiscalização aconteceu em água e com reforço aéreo.

Outro caso repercutido nas redes sociais foi no Rio Virmond, no Centro-Sul do Estado. O vídeo postado nas redes sociais mostra a água vermelha e a compara à cor de sangue. A denúncia chegou ao conhecimento do IAT por parte da Prefeitura de Virmond, através da Coordenação Estadual de Acidentes Ambientais.

A fiscalização apontou que se tratava de tinta, derramada de forma acidental por um funcionário de uma empresa. Segundo informações repassadas ao IAT, o produto tinha composição à base de água e, portanto, foi diluído sem prejuízos ao meio ambiente.

De acordo com os relatórios apresentados pelos técnicos que verificaram as denúncias, ambas as situações não implicaram danos ambientais.

“Nos dois casos, os fiscais dos Escritórios Regionais foram até os locais para verificar as possíveis causas e autuações, no caso de crimes ambientais. Porém, nenhuma das situações relatadas nas publicações se concretizou”, afirmou José Adailton Caetano, responsável pela Coordenação Estadual de Acidentes Ambientais.

DENÚNCIAS – A orientação é que ao se deparar com alguma situação suspeita, como peixes mortos em rios, a denúncia seja feita diretamente ao órgão ambiental para as devidas providências. Os relatos devem ser encaminhados para ao e-mail [email protected].

Além disso, é possível acionar o Escritório Regional do IAT mais próximo. O instituto possui 21 escritórios no Estado que são responsáveis por fiscalizar e aplicar autuações previstas na legislação de crimes ambientais de maneira regionalizada.

Veja os contatos dos Escritórios Regionais.

Praça contará com pista de caminhada, canchas esportivas, academia de ginástica e arborização

Terreno da Prefeitura que estava ocioso é construído uma nova praça. Quando a pandemia acabar e a sociedade voltar a normalidade, podendo retornar as atividades de lazer e o convívio social, os moradores do Pineville poderão usufruir de um novo espaço. 

Localizada próximo a Rua Jacarezinho, entre as Ruas Bernardo Osinski, Edinei de Lima Godoy e José Chaves de Andrade, a praça contará com pista de caminhada, canchas esportivas, academia de ginástica e arborização. As obras são realizadas pela equipe da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Semop).

Nesta primeira etapa, serão vacinadas crianças (de 6 meses a menores de 6 anos), gestantes e puérperas conforme a disponibilidade das doses repassadas ao

Na próxima segunda-feira (12), terá início a 23ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Nesta primeira etapa, serão vacinadas crianças (de 6 meses a menores de 6 anos), gestantes e puérperas conforme a disponibilidade das doses repassadas ao município.

O início da vacinação será às 14h em todas as Unidades de Saúde da Família de Pinhais. É obrigatória a apresentação de documento pessoal e é importante levar a carteira de vacinação da criança para que seja realizada a atualização. Ressalta-se que todas as medidas de prevenção à transmissão da Covid-19 nas ações de vacinação contra Influenza serão adotadas.

Conforme a disponibilidade de doses, a vacinação contra a influenza será realizada seguindo o cronograma:

1ª etapa- a partir de 12 de abril: crianças (6 meses a menores de 6 anos), gestantes e puérperas.

2ª etapa- a partir de 11 de maio: idosos com 60 anos e mais, professores.

3ª etapa- a partir de 9 de junho: comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte, coletivo rodoviário passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Neste ano, a campanha de vacinação contra a influenza coincidirá com a realização da vacinação contra a Covid-19. Diante disso, a orientação do Ministério da Saúde é que seja priorizada a administração da vacina contra a Covid-19, para pessoas contempladas nos grupos prioritários. Nestas situações, deve-se respeitar o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacinação contra a influenza permitirá, ao longo de 2021, prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde, além de minimizar a carga da doença, reduzindo os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19. As ações de imunizações continuam a ser extremamente importantes para a proteção contra a influenza e devem ser mantidas apesar de todos os desafios frente à circulação contínua ou recorrente do SARS-CoV-2.

 

Na última segunda-feira, (29), o Conselho Municipal da Juventude de Pinhais (CMJ) realizou a reunião ordinária para a escolha da nova diretoria da entidade. O encontro aconteceu de forma virtual pelo Google Meet.

Como há alternância na presidência da entidade a cada dois anos, obedecendo ao regimento interno do CMJ, a nova gestão tem a frente um representante da área governamental, pois até então o cargo estava sendo ocupado por um representante não governamental.

O novo presidente do Conselho da Juventude é Vilmar Rodrigues Júnior, que foi eleito por aclamação. A vice-presidência será ocupada por Thiago Souza Jorge, conselheiro da área não governamental, representante do Colégio Estadual Humberto de Alencar Castelo Branco. A nova gestão conduzirá os trabalhos da entidade pelos próximos dois anos, biênio 2021 a 2023.

Além da escolha da nova diretoria, a reunião definiu os integrantes que vão representar o CMJ no Comitê Gestor do Centro da Juventude (CJ) e no Fórum da Diversidade. Foram referendados os nomes de Matheus da Silva (titular), Luis Armando Andreolli (suplente), Israel Carlos Ribeiro (titular) e Thiago Souza Jorge (suplente) para o Comitê Gestor do CJ. Já para representar o conselho no Fórum da Diversidade, foram aprovados os nomes das conselheiras Mariana Anelise H. Martins (titular) e Edna dos Santos Sousa (suplente).

Esta foi à primeira reunião do ano do CMJ que, recentemente, no mês de fevereiro, promoveu a assembleia geral para escolha dos novos integrantes da sociedade civil, que é composto pelos seguintes representantes das entidades locais: Bernardo Guido de Carvalho e Beatriz Rosana F. de Morais (Grupo Escoteiro Grupo Pingo D'água), Carolina Ernandez de Lima e Neemias Cordeiro da Silva (Faculdade de Pinhais – FAPI), Edna dos Santos Sousa (Fórum da Diversidade), Fernanda de Jesus e Israel Carlos Ribeiro (Associação de Moradores Jd. Jerivá), Mariana Anelise H. Martins e Jonathan Isaias A. Santos (Diretório Partido dos Trabalhadores), Matheus da Silva (Associação de Moradores Pineville), Rafaela Maycot Santos (Conselho Regional de Psicologia do Paraná) e Thiago Sousa Jorge (C.E. Humberto de Alencar Castelo Branco).

A próxima reunião do Conselho da Juventude de Pinhais ocorrerá de forma virtual e está marcada para o dia 8 de abril, próxima quinta-feira, às 15 horas.

As novas medidas entraram em vigor já no ato da publicação e permitem o funcionamento de parte das atividades

A Prefeitura de Pinhais publicou decreto regulamentando o funcionamento dos serviços não essenciais. As novas medidas entraram em vigor já no ato da publicação e permitem o funcionamento de parte das atividades, com restrições de horário e respeitando as medidas sanitárias de combate ao Coronavírus.

Continua suspenso, em consonância com o Governo do Estado e Curitiba, o funcionamento de serviços e atividades destinadas ao entretenimento como casas de shows e atividades correlatas; estabelecimentos destinados a mostras comerciais, feiras de varejo, eventos técnicos, congressos, convenções; locais destinados à eventos sociais e atividades correlatas, tais como casas de festas, de eventos ou recepções, incluindo aquelas com serviços de buffet, bem como parques infantis e temáticos; casas noturnas; reuniões com aglomeração de pessoas, incluindo eventos, comemorações, assembleias, confraternizações, encontros familiares ou corporativos, em espaços de uso público, localizados em bens públicos ou privados.

Fica restrita a circulação de pessoas, no período de 23h às 5h, em espaços e vias públicas, salvo em razão de atividades ou serviços essenciais e casos de urgência e está proibido o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas.

Confira todos os detalhes no decreto, acessando o link: Decreto 268/2021

No entanto, algumas medidas continuam restritas como a proibição da circulação de pessoas entre 20h e 5h, e a venda de bebidas alcóolicas

O Governo do Estado revogou o decreto que previa regras de circulação mais rígidas em Pinhais e outros 10 municípios da Região Metropolitana de Curitiba. Dessa maneira, está autorizado o retorno das atividades não essenciais nas cidades do chamado Primeiro Anel, aquelas mais próximas à Capital, já nesta segunda-feira (5).

Apesar de contar com algumas restrições, atividades comerciais na rua, galerias, centro comerciais e serviços não essenciais dos municípios com mais de 50 mil habitantes, como é o caso de Pinhais, poderão funcionar das 10 horas às 17 horas, de segunda a sexta-feira, com limitação de 50% de ocupação. Já aos sábado o atendimento deve ser exclusivamente nas modalidades delivery e drive-thru, das 10 horas às 17 horas.

Continua proibida a circulação de pessoas entre as 20h e 5h. Além disso, não está permitido a venda e consumo de bebidas alcóolicas em espaços de uso público e coletivo no mesmo horário, em todos os dias da semana.

O decreto mantém suspensas atividades que causem aglomerações, como casas de shows, circos, teatros, cinemas e museus; os destinados a eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, como casas de festas, de eventos, incluídas aquelas com serviços de buffet; os estabelecimentos destinados à mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções; bares, casas noturnas e correlatos; além de reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.

As atividades religiosas devem seguir a regulamentação da Secretaria da Saúde publicada em 26 de fevereiro, especificada na Resolução 221/221.

​As aulas presenciais da rede estadual continuam suspensas. Já as escolas particulares estão autorizadas a funcionar no modelo híbrido.

 

Confira o decreto completo no link: 7230/21

 

A queda foi de 13% no número de doadores entre fevereiro e março. Essa redução implica em 33% do estoque de distribuição, considerando que cada bolsa de sangue pode produzir até quatro hemocomponentes.

 

 

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) registrou uma queda de 13% no número de doadores entre fevereiro e março no Estado. Essa redução implica em 33% do estoque de distribuição, considerando que cada bolsa de sangue pode produzir até quatro hemocomponentes.

“Embora estejamos enfrentando a pandemia da Covid-19, precisamos lembrar que os traumas não param de acontecer, as transfusões continuam sendo necessárias e as doações de sangue são a única maneira de conseguirmos atender os 384 hospitais públicos, privados e filantrópicos do Paraná que recebem bolsas de sangue da hemorrede”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A diretora do Hemepar, Liana Labres de Souza, faz um apelo à população. “Precisamos da colaboração de todos que estejam aptos a doar. Façam o agendamento no site ou por telefone na unidade mais próxima e doem sangue para que possamos continuar salvando vidas”.

COMO DOAR – O ideal é que cada pessoa doe sangue pelo menos duas vezes ao ano. O agendamento das doações pode ser feito no site da Secretaria de Estado da Saúde.

SEGURANÇA – O Hemepar segue protocolos de segurança para prevenção da Covid-19 como o agendamento e recepção de oito pessoas a cada meia hora para evitar aglomerações, utilização de álcool gel 70% e profissionais que atuam no atendimento devidamente paramentados.

QUEM TOMOU VACINA PODE DOAR? – Pessoas imunizadas contra a Covid-19 podem fazer doações de sangue normalmente, desde que aguardem o período estipulado para cada tipo de vacina.

A Coranovac/ Butantan estabelece um prazo de 48 horas após o recebimento para que o cidadão possa fazer doação de sangue, e a AstraZeneca/Fiocruz pede o intervalo de sete dias para a doação.

PLASMA HIPERIMUNE – Pessoas que já se recuperaram da Covid-19 podem ajudar outros pacientes de uma forma bastante simples: doando plasma. Um dos componentes sanguíneos, justamente a parte líquida do sangue, o plasma de pacientes que tiveram a doença pode concentrar uma grande quantidade de anticorpos que agem no combate à infecção. É o chamado plasma hiperimune ou plasma convalescente. Para isso, o paciente recuperado precisa esperar até 45 dias do diagnóstico do RT-PCR ou 30 dias após o fim dos sintomas. Também é necessário agendar a coleta no Hemepar.

 

A queda foi de 13% no número de doadores entre fevereiro e março. Essa redução implica em 33% do estoque de distribuição, considerando que cada bolsa de sangue pode produzir até quatro hemocomponentes.

 

 

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) registrou uma queda de 13% no número de doadores entre fevereiro e março no Estado. Essa redução implica em 33% do estoque de distribuição, considerando que cada bolsa de sangue pode produzir até quatro hemocomponentes.

“Embora estejamos enfrentando a pandemia da Covid-19, precisamos lembrar que os traumas não param de acontecer, as transfusões continuam sendo necessárias e as doações de sangue são a única maneira de conseguirmos atender os 384 hospitais públicos, privados e filantrópicos do Paraná que recebem bolsas de sangue da hemorrede”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A diretora do Hemepar, Liana Labres de Souza, faz um apelo à população. “Precisamos da colaboração de todos que estejam aptos a doar. Façam o agendamento no site ou por telefone na unidade mais próxima e doem sangue para que possamos continuar salvando vidas”.

COMO DOAR – O ideal é que cada pessoa doe sangue pelo menos duas vezes ao ano. O agendamento das doações pode ser feito no site da Secretaria de Estado da Saúde.

SEGURANÇA – O Hemepar segue protocolos de segurança para prevenção da Covid-19 como o agendamento e recepção de oito pessoas a cada meia hora para evitar aglomerações, utilização de álcool gel 70% e profissionais que atuam no atendimento devidamente paramentados.

QUEM TOMOU VACINA PODE DOAR? – Pessoas imunizadas contra a Covid-19 podem fazer doações de sangue normalmente, desde que aguardem o período estipulado para cada tipo de vacina.

A Coranovac/ Butantan estabelece um prazo de 48 horas após o recebimento para que o cidadão possa fazer doação de sangue, e a AstraZeneca/Fiocruz pede o intervalo de sete dias para a doação.

PLASMA HIPERIMUNE – Pessoas que já se recuperaram da Covid-19 podem ajudar outros pacientes de uma forma bastante simples: doando plasma. Um dos componentes sanguíneos, justamente a parte líquida do sangue, o plasma de pacientes que tiveram a doença pode concentrar uma grande quantidade de anticorpos que agem no combate à infecção. É o chamado plasma hiperimune ou plasma convalescente. Para isso, o paciente recuperado precisa esperar até 45 dias do diagnóstico do RT-PCR ou 30 dias após o fim dos sintomas. Também é necessário agendar a coleta no Hemepar.

 

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) registrou uma queda de 13% no número de doadores entre fevereiro e março no Estado. Essa redução implica em 33% do estoque de distribuição, considerando que cada bolsa de sangue pode produzir até quatro hemocomponentes.

“Embora estejamos enfrentando a pandemia da Covid-19, precisamos lembrar que os traumas não param de acontecer, as transfusões continuam sendo necessárias e as doações de sangue são a única maneira de conseguirmos atender os 384 hospitais públicos, privados e filantrópicos do Paraná que recebem bolsas de sangue da hemorrede”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A diretora do Hemepar, Liana Labres de Souza, faz um apelo à população. “Precisamos da colaboração de todos que estejam aptos a doar. Façam o agendamento no site ou por telefone na unidade mais próxima e doem sangue para que possamos continuar salvando vidas”.

COMO DOAR – O ideal é que cada pessoa doe sangue pelo menos duas vezes ao ano. O agendamento das doações pode ser feito no site da Secretaria de Estado da Saúde.

SEGURANÇA – O Hemepar segue protocolos de segurança para prevenção da Covid-19 como o agendamento e recepção de oito pessoas a cada meia hora para evitar aglomerações, utilização de álcool gel 70% e profissionais que atuam no atendimento devidamente paramentados.

QUEM TOMOU VACINA PODE DOAR? – Pessoas imunizadas contra a Covid-19 podem fazer doações de sangue normalmente, desde que aguardem o período estipulado para cada tipo de vacina.

A Coranovac/ Butantan estabelece um prazo de 48 horas após o recebimento para que o cidadão possa fazer doação de sangue, e a AstraZeneca/Fiocruz pede o intervalo de sete dias para a doação.

PLASMA HIPERIMUNE – Pessoas que já se recuperaram da Covid-19 podem ajudar outros pacientes de uma forma bastante simples: doando plasma. Um dos componentes sanguíneos, justamente a parte líquida do sangue, o plasma de pacientes que tiveram a doença pode concentrar uma grande quantidade de anticorpos que agem no combate à infecção. É o chamado plasma hiperimune ou plasma convalescente. Para isso, o paciente recuperado precisa esperar até 45 dias do diagnóstico do RT-PCR ou 30 dias após o fim dos sintomas. Também é necessário agendar a coleta no Hemepar.

A iniciativa é fruto da parceria com o SEBRAE e acontece das 9h às 12h na próxima quarta-feira (31)

 

Na próxima quarta-feira (31) a Sala do Empreendedor de Pinhais disponibiliza uma oficina on-line de orientação para acesso ao crédito. A iniciativa é fruto da parceria com o SEBRAE e acontece das 9h às 12h.

O objetivo da oficina, que será ministrada pelo palestrante Eron Marchiori, é contribuir para que o empreendedor possa conhecer um pouco mais e se preparar para acessar e utilizar o crédito de forma compatível com a real necessidade de seu negócio, além de obter o melhor resultado possível desta operação. 

Por meio das informações que serão repassadas durante a oficina, será possível planejar e organizar as finanças da empresa, entender como se relacionar com instituições e conhecer quais as condições para a concessão de crédito.

Serviço

Interessados em participar devem fazer inscrição por meio do formulário disponível no link: https://forms.gle/3g5qDuMVySoRnz1PA

Mais informações pelo telefone 3912-5683. 

O Governo do Estado atualizou e prorrogou o decreto de medidas restritivas para o combate à Covid-19. Entre as regras está a reabertura de parques e bosques, exclusivamente para a prática de atividades individuais ao ar livre, com uso de máscaras e que não envolvam contato físico entre as pessoas. Portanto, a partir desta segunda-feira, 29, estes locais funcionarão das 6h às 21h, todos os dias da semana.

Lançado no ano passado, o documento está vigente e permite que a administração municipal repasse itens às pessoas em vulnerabilidade social cadastradas na Assistência Social

 

Por meio do Chamamento Público 017/2020 a Prefeitura de Pinhais recebe doações de materiais, equipamentos para trabalhadores da rede de saúde e de meio ambiente, além de alimentos, kits de limpeza e higiene pessoal. Lançado no ano passado, o documento está vigente e permite que a administração municipal repasse itens às pessoas em vulnerabilidade social cadastradas na Assistência Social e que tiveram suas atividades diretamente afetadas em decorrência da pandemia da Covid-19.

“No momento precisamos reforçar a divulgação do Chamamento Público que no seu lançamento teve um bom retorno de doações. Hoje, pela situação ter se agravado precisamos unir forças, poder público e sociedade, para atender um maior número de famílias”, afirma Gizeli Filius, do Departamento de Proteção Social Básica, da Secretaria Municipal de Assistência Social.

O chamamento, que está disponível no link permanece vigente pelo tempo que perdurar a situação de emergência e interessados poderão habilitar-se a qualquer tempo. As doações somente serão recebidas mediante coleta, sendo que cada Secretaria ficará responsável por esta. 

O documento dispõe ainda que, ao final da situação, as Secretarias contabilizarão e divulgarão a quantidade de materiais recebidos, bem como as pessoas beneficiadas. Esclarece ainda que não serão aceitos dinheiro ou outros produtos que não estejam na listados no documento.

Confira os itens solicitados pela Secretaria de Assistência Social:

Alimentos que podem compor uma cesta básica com itens não perecíveis, tais como: achocolatado; açúcar extrafino; arroz branco ou parboilizado; biscoito doce ou salgado; café; Canjica; ervilha em conserva; extrato de tomate;Farinha de mandioca; farinha de milho; Farinha de trigo; feijão preto ou carioca; fubá de milho; gelatina; leite em pó ou de líquido de caixinha; lentilha; macarrão com ou sem ovos ou instantâneo; milho em conserva; milho para pipoca; óleo de soja; sal refinado; sardinha em lata com óleo.

Itens que podem compor um kit limpeza tradicional, tais como: água sanitária; amaciante de roupas; desinfetante de uso geral; detergente; esponja para louça; lã de aço; limpador multiuso; sabão em barra; sabão em pó; sacos de lixo.

Itens que podem compor kit de higiene pessoal, tais como: absorvente higiênico; aparelho de barbear; creme dental; desodorante masculino e feminino; escova dental; fio dental; fralda descartável infantil e geriátrica; hastes flexíveis de algodão; papel higiênico; sabonete em barra; shampoo.

Serviço

Informações e agendamentos da coleta dos materiais poderão ser feitos de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h, o contato pode ser feito pelo e-mail: [email protected] br.

Acesse o documento completo no link: 

https://pinhais.atende.net/?pg=diariooficial&texto=34099&edicao=898

PUBLICIDADE LEGAL

 

PUBLIQUE SÚMULAS

FALE CONOSCO

[email protected]

(41) 36638447

41-99690-0125

 

CONTATO COMERCIAL

atendimento pelo email:

[email protected]

 

Visitantes

004717138
Hoje
Ontem
Ultima Semana
Ultimos Mêses
Este Mês
Último Mes
Total Geral
752
1987
2739
4698340
42309
69058
4717138

Your IP: 173.245.52.203
Server Time: 2021-04-19 06:11:45

Facebook