O Jornal mais lido de Pinhais

Get Adobe Flash player

Pinhais.pr.gov.br/dbimages/39684_img.jpg" border="0" alt="Prefeitura de Pinhais" width="500" height="375" />

 

Estão disponíveis em Pinhais as doses da vacina contra o HPV, sigla em inglês para Papilomavírus Humano. A vacinação é realizada em todas as Unidades de Saúde da Família (USF) do município. De acordo com o Governo Federal, o Brasil é o primeiro país da América Latina, e o sétimo no mundo, a oferecer a vacina contra o HPV para meninos em programas nacionais de imunização. Estados Unidos, Austrália, Áustria, Israel, Porto Rico e Panamá já fazem a distribuição da dose para adolescentes do sexo masculino.

 

Iria Oliveira, da Gerência de Infectologia e Vigilância Epidemiológica, explica que neste ano a vacina também é direcionada aos meninos com idades entre 12 e 13 anos. “No entanto, nota-se que, por enquanto, a adesão dos meninos para a vacinação está sendo muito baixa”, ressalta.

 

O Ministério da Saúde orienta que o esquema vacinal contra o HPV para meninos será em duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Já para os que vivem com HIV, o esquema vacinal é de três doses, com intervalo de dois e seis meses, respectivamente. Nesses casos, é necessário apresentar prescrição médica.

 

A expectativa é imunizar mais de 3,6 milhões de meninos em 2017, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/AIDS, que também passarão a receber as doses.

 

Segundo o Ministério da Saúde também a partir de 2017, serão incluídas na vacinação do HPV as meninas que chegaram aos 14 anos sem tomar a vacina ou que não completaram as duas doses. Atualmente, a faixa etária para o público feminino é de 9 a 13 anos. Desde a incorporação da vacina no Calendário Nacional de Vacinação, em 2014, já foram imunizadas 5,7 milhões de meninas com a segunda dose, completando o esquema vacinal. Isso corresponde a 46% do total de brasileiras nesta faixa etária.

 

Contágio

 

O HPV é transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Também pode ser transmitido da mãe para filho no momento do parto. Estimativas da OMS indicam que 290 milhões de mulheres no mundo são portadoras do vírus, sendo 32% infectadas pelos tipos 16 e 18.  Em relação ao câncer do colo do útero, estudos apontam que 265 mil mulheres morrem devido à doença em todo o mundo, anualmente. No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer estima 16 mil novos casos.

 

Serviço

 

Para mais informações sobre a vacinação contra o HPV, procure a USF mais próxima.

 

USF Tarumã- Rua Guilherme Weiss, 500, Estância Pinhais. Telefone: (41) 3912-5351.

USF Perdizes- Rua Crescêncio Batista, 514, Jardim Atuba. Telefone: (41) 3912-5359.

USF Tebas- Avenida Juriti, 132, Jardim Claudia. Telefone: (41) 3912-5358.

USF Perneta- Rua Maximiliano Rohrsetzer, 983, Emiliano Perneta. Telefone: (41) 3912-5357.

USF Esplanada- Rua Gana, 126, Centro. Telefone: (41) 3912-5356.

USF Vargem Grande- Rua Guilherme Ceolin, 551, Vargem Grande. Telefone: (41) 3912-5353.

USF Maria Antonieta- Rua Jerônimo Mendes dos Santos, 506, Maria Antonieta. Telefone: (41) 3912-5364.

USF Weissópolis- Rua Rio Trombetas, 888, Weissópolis. Telefone: (41) 3912-5352.

USF Ana Nery- Rua Jacarezinho, 1945, Alto Tarumã. Telefone: (41) 3912-5377.

USF Vila Amélia- Rua Arthur Bernardes, 342 - Jardim Amélia. Telefone: (41) 3912-5365.

ônibus curitibaO prefeito Rafael Greca e o governador Beto Richa anunciaram nesta segunda-feira (16) a volta da linha de ônibus Colombo/CIC, entre Curitiba e Colombo, que deve atender cerca de 30 mil passageiros por dia. A volta da linha marca p início da reintegração do transporte coletivo de Curitiba com a região metropolitana – medida anunciada por Richa poucos dias depois da vitória de Greca nas urnas.

Com a volta do Colombo/CIC, os passageiros vão poder percorrer os 26 km do trajeto sem precisar mudar de ônibus. De acordo com o prefeito, a linha já volta a circular a partir do dia 23 de janeiro. Logo depois de tomar posse, Greca já tinha adiantado que Colombo/CIC seria a primeira linha a ser reintegrada. Ainda segundo o prefeito, o restante do procedimento será feito paulatinamente até, no máximo, julho deste ano. “A minha ideia é, até junho, fazer todo sistema ser recomposto”, afirma Greca.

O prefeito também pretende retomar o uso de um único cartão-transporte para o sistema. Algumas das próximas linhas a serem reintegradas já estão definidas. “O ideal é que a grande cidade seja uma cidade só. Nós já tivemos isso, vamos fazer de novo. Vamos fazer a linha de Araucária a Curitiba, passando pela CIC, a linha Almirante Tamandaré/Fazendinha e Almirante Tamandaré/Pinhais, passando por Curitiba. Vamos aos poucos”, disse Greca.

O governo do Paraná vai repassar um subsídio mensal de aproximadamente R$ 6 milhões para o gerenciamento do transporte coletivo de Curitiba, mesmo valor que é repassado atualmente para as linhas metropolitanas. O governador Beto Richa criticou e culpou a gestão anterior da prefeitura da capital pela desintegração do sistema. “Foi a administração que desintegrou o sistema de transporte da nossa capital. O Rafael Greca, cumprindo um compromisso de campanha, pede ao estado que seja parceiro na reintegração do transporte com a nossa capital”, disse Richa.

O anúncio da retomada da linha Colombo/CIC nesta segunda-feira foi feito numa cerimônia no Salão Brasil da Prefeitura. Durante o evento, Greca e Richa também assinaram um protocolo de intenções para estudos técnicos de implantação do Novo Sistema Metropolitano Integrado de Passageiros.

Presos saíram por buraco aberto após explosão no muro.Dois homens morreram na manhã desta Segunda-feira (16), em confronto com a polícia. Tudo indica que os dois são fugitivos da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP1), a Secretaria Estadual de Segurança ainda não confirmou as mortes e nem as identidades deles.

De acordo com as informações da Polícia Militar, quatro suspeitos de terem fugido da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP1) estavam escondida em uma casa que ainda estava em construção em Quatro Barras, região metropolitana de Curitiba.

Após investigações da PM, uma equipe da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), foi até a casa na manhã desta segunda-feira (16). Com a presença da polícia, dois dos homens fugiram e outros dois entraram em confronto com a Rone e foram mortos.

Segundo a polícia, com os suspeitos mortos estavam 1 revolver calibre 38 e uma espingarda garruncha.

A identificação do Instituto Médico Legal ainda não foi oficializada, mas policiais que atenderam a ocorrência acreditam quse são dois fugitivos da PEP 1, por causa das características e pelas tatuagens deles.

Segundo informações os mortos são: Evandro Emanuel Dos Santos Geraldo, de 32 anos e Marlon Magno Freitas Castelhano, 31 anos.

Para evitar filas, a consultas as vagas pode ser realizada pela internet, por meio do portal Mais Emprego, do Ministério do Trabalho e Previdência Social

Pinhais.pr.gov.br/dbimages/39679_img.jpg" border="0" alt="Prefeitura de Pinhais" width="500" />

 

O ano mal começou e a procura por empregos está grande na Agência do Trabalhador de Pinhais. Somente nestes primeiros dias de 2017, foram realizados mais de 2.500 atendimentos.

 

Elieser Martins, 41 anos, graduado em Administração de Empresas com diversas especializações, já trabalhou em duas importantes multinacionais, exercendo cargo de supervisão e direção, mas há 6 meses está desempregado. Casado, pai de dois filhos ele procura uma vaga para poder garantir a renda da família. “Neste momento aceito qualquer proposta. Estou analisando, inclusive uma vaga na área de produção para ganhar muito menos do que eu recebia no meu último emprego e mesmo assim não vai ser fácil ser chamado”, disse.

 

De acordo com a gerente da Agência do Trabalhador, Giane de Jesus, é importante salientar que o cidadão pode se cadastrar e consultar as vagas pela internet, a fim de evitar filas. “No portal Mais Emprego, do Ministério do Trabalho e Previdência Social, é possível ter acesso a estas informações de forma ágil”, explica.

 

“Neste caso, os munícipes de Pinhais tem mais uma facilidade. Podem utilizar o Telecentro no Centro de Empreendedorismo e Artesanato (Ceart) onde há acesso gratuito a internet, realizando consultas e encaminhamento à vaga de emprego”, completa Giane.

 

O empregador que tiver interesse também pode disponibilizar vagas na Agência do Trabalhador de Pinhais gratuitamente. Para isso, existem salas a disposição para entrevistas e seleção.

 

Serviço

 

 Mais informações pelo telefone 3667-0982. Ou acesse maisemprego.mte.gov.br.

 

O Centro de Empreendedorismo e Artesanato (Ceart) está localizado na Avenida Ayrton Senna da Silva, 2842, bairro Estância Pinhais

Explosão ocorreu pelo lado de fora, neste domingo (15), segundo o Depen.
Polícia Militar (PM) reagiu, e duas pessoas morreram na fuga.

Resultado de imagem para penitenciaria piraquara

 

Presos da Penitenciária Estadual de Piraquara I, na Região Metropolitana de Curitiba, fugiram na madrugada deste domingo (15), após a explosão de um dos muros da unidade. De acordo com o Departamento Penitenciário do Estado do Paraná (Depen), 23 detendos escaparam - dois foram mortos na fuga.

Um helicóptero da Polícia Militar sobrevoa a região, e equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordam veículos suspeitos no Contorno Leste, na BR-116.

O diretor do Depen, delegado Luiz Alberto Cartaxo Moura, afirmou que presos da Casa de Custódia de Piraquara iniciaram um tumulto, chamando a atenção da PM e dos agentes penitenciários. Enquanto isso, um grupo explodiu um dos muros da penitenciária pelo lado de fora. Neste momento, a polícia reagiu, e os dois presos foram mortos.

Cartaxo suspeita que a ação tenha sido coordenada.

Acompanhe o resultado dos candidatos aprovados na 2ª fase do vestibular da UFPR neste link:

http://www.nc.ufpr.br

home

A imagem pode conter: 2 pessoas, atividades ao ar livre

A lista de aprovados no vestibular 2016-2017 da Universidade Federal do Paraná, divulgada na tarde desta quinta-feira, dia 12, revela que a maior parte dos novos acadêmicos vive no Paraná (91,32% do total) e que 59,19% cursaram o ensino médio em escola pública. Os aprovados do sexo masculino predominam – representam 52,26% do total – e 27,87% do total têm menos de 18 anos. São 5.447 aprovados, em 120 cursos, dos quais 51,28% pela concorrência geral e 48,47% pelo sistema de cotas (Lei 12.711). O vestibular 2016-2017 registrou ainda o melhor desempenho de um candidato na história do concurso no modelo atual, adotado há onze anos: Vinicius Castagna Lepka, calouro de Engenharia Elétrica.

A homologação do resultado, assinada às 14 horas pelo reitor Ricardo Marcelo Fonseca, foi seguida de festa no campus do Setor de Ciências Agrárias da UFPR, no bairro Juvevê. Houve música, banho de lama e recepção aos calouros em barracas montadas pelos cursos da universidade.

A festa dos aprovados foi no campus do setor de Ciências Agrárias, em Curitiba. Imagem: Marcos Solivan.

A festa dos aprovados foi no campus do setor de Ciências Agrárias, em Curitiba. Imagem: Marcos Solivan.

Ao anunciar o resultado, o reitor deu as boas-vindas aos calouros e destacou a crescente ampliação da transparência no vestibular da UFPR, que nesta edição permitiu, pela primeira vez, o acesso dos candidatos à correção de sua prova discursiva. “Mais uma vez a UFPR conclui seu  vestibular com êxito e tranquilidade, confirmando a excelência do processo”, disse o reitor.

O coordenador do Núcleo de Concurso, Mauro Belli, disse que essa mudança exigiu bastante trabalho da equipe envolvida no vestibular, por se tratar de um processo difícil e complexo. Segundo ele, 54% dos candidatos que fizeram as provas da segunda fase acessaram sua respectiva prova discursiva, e 10,7% apresentaram recursos. “A intenção era que, onde houvesse injustiça, ela fosse corrigida”, disse Belli.

Dos 4,7 milhões de critérios avaliados, 0,2% (9.619) foram objeto de questionamento por parte de candidatos e 0,06% (ou seja, 2.969 critérios) sofreram alteração em função de recursos apresentados. “É um percentual baixo, o que demonstra que o processo está correto”, disse Belli.

No total, inscreveram-se para o vestibular 2016-2017 da UFPR 54.942 candidatos, dos quais 14.542 candidatos – 12.951 em Curitiba e 1.591 no Interior do Estado – foram aprovados para a segunda fase. O curso de Medicina em Curitiba foi o mais concorrido, com 8.594 candidatos para 152 vagas – uma relação de 56,54 candidatos por vaga.

A lista de aprovados por ser conferida no portal do Núcleo de Concursos (http://www.nc.ufpr.br/), na página do da UFPR do Facebook (https://www.facebook.com/UFPRoficial/) e pelo aplicativo +UFPR (para telefones com o sistema operacional a plataforma Android).

Renovação

A vice-reitora Graciela Inês Bolzón de Muniz e os pró-reitores de Graduação, Eduardo Barra, e de Assuntos Estudantis, Maria Rita de Assis César, também deram as boas-vindas aos aprovados no vestibular da UFPR. Graciela elogiou o trabalho do Núcleo de Concursos durante a organização do processo seletivo e desejou boas-vindas aos calouros. “A UFPR está de portas abertas para receber todos vocês”, disse.

“Receber um grupo de novos estudantes é revitalizar a face da universidade”, disse Barra, destacando que em torno de 60% dos aprovados estão na faixa etária dos 18 anos. “E os que não estão possuem a mesma vitalidade dessa faixa etária, e por isso nossa instituição, embora centenária, permanece sempre renovada”, afirmou. Ele também destacou o alto percentual, entre os aprovados, de egressos de escolas públicas – 59,19% do total.

Maria Rita de Assis César destacou o perfil inclusivo da UFPR e o papel da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis na inclusão dos alunos, em toda a sua diversidade. Ela informou que a partir de fevereiro tanto calouros quanto veteranos poderão se inscrever para concorrer aos diversos auxílios oferecidos pela UFPR, por meio da Prae, para estimular a permanência na instituição de alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica. As informações já podem ser conferidas no site da PRAE (http://www.prae.ufpr.br/prae/)

Desempenho

Além das novidades implementadas para este concurso, como o acesso à correção das provas discursivas, o vestibular 2016-2017 tem uma marca histórica: o melhor desempenho de um candidato desde que o concurso adotou o atual modelo. O primeiro colocado geral no vestibular foi aprovado em Engenharia Elétrica com 958.618 pontos, de um total de 1.000 pontos possíveis.

Trata-se do estudante Vinicius Castagna Lekpa, 17 anos, morador de Curitiba, que recebeu os parabéns do reitor. “A UFPR te recebe de braços abertos. Seja muito feliz aqui”, afirmou Ricardo Marcelo, que também participou da festa com os demais calouros e desejou sucesso a todos. “Este é um momento mágico para vocês e a UFPR que é a Universidade mais antiga do Brasil e motivo de orgulho para todos nós. Sejam todos muito bem-vindos”. Lepka disse que ficou surpreso com a conquista. “Não esperava por este resultado, mas estou muito feliz”, disse.

O segundo colocado, com nota 872.857, é do curso de Letras – Italiano; o terceiro, de Engenharia Mecanica (865.041); o quarto, também de Engenharia Mecanica (861.573); e o quinto, de Engenharia Química (860.482).

Foram aprovados 14 candidatos com deficiência – 10 a mais que no vestibular anterior.

Outras vagas

No total, o vestibular ofereceu 6.815 vagas em 120 cursos. Além das 5.564 vagas para o Processo Seletivo da UFPR, são 1.251 para o SiSU/MEC, 40 para o LECAMPO (Curso de Licenciatura em Educação do Campo) e 30 para o Libras (estas últimas em processo à parte).

Matrículas

O Registro Acadêmico da chamada geral dos aprovados no Vestibular 2016-2017 da UFPR para o 1º e o 2º semestres do ano será entre os dias 16 e 17 de janeiro em Curitiba e nos campi de Pontal do Paraná, Palotina, Litoral/Matinhos, Jandaia do Sul e Toledo. Os alunos devem ficar atentos às informações que constam no edital específico, publicado junto com o resultado final.

As aulas começam no dia 13 de fevereiro para os cursos de Fisioterapia e Medicina (do 1º ao 9º período) e no dia 20 de fevereiro para os demais cursos.

Lista dos novos calouros deve ser disponibilizada às 14h, diz universidade.
Tradicional banho de lama será no Campus Agrárias, em Curitiba.

Resultado de imagem para universidade federal do parana

O resultado do vestibular2016/2017 da Universidade Federal do Paraná (UFPR) será divulgado na quinta-feira (12), às 14h. A data foi informada pela universidade nesta segunda-feira (9).

Como tradicionalmente ocorre, haverá banho de lama dos calouros, no Campus Agrárias, no bairro Cabral em Curitiba, e uma festa com os veteranos.

A UFPR oferece 5.494 vagas, que estão divididas em 120 cursos. A lista dos novos calouros será publicada pelo site assim que for disponibilizada pela universidade.

Além disso, os candidatos também poderão acessá-la na página do Núcleo de Concursos da UFPR e pelo aplicativo +UFPR (para telefones com o sistema operacional Android).

A maior parte das vagas é preenchida a partir do vestibular próprio da UFPR – 70%. Os outros 30% das vagas são preenchidos pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), gerenciado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Mais de 60 linhas estão paradas desde o início desta terça-feira (10). 
Trabalhadores dizem que atrasos nos salários são constantes.

Motoristas e cobradores reclamam de atrasos nos pagamentos  (Foto: Divulgação/Sindimoc)

Mais de 60 linhas de ônibus que pertencem às empresas CCD e São José Filial não estão operando na manhã desta terça-feira (10) em Curitiba. Os trabalhadores fizeram uma assembleia durante a madrugada e decidiram cruzar os braços por causa de atrasos constantes nos pagamentos.

Entre as linhas atingidas estão alimentadores de vários bairros como Inter II, Interbairros II e expressos biarticulados.

Cerca de 1,7 mil trabalhadores aderiram ao movimento. Eles farão uma nova assembleia às 10h desta terça-feira para decidir o rumo da paralisação.

Em nota, o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp), disse que as empresas estão buscando resolver o problema o mais rápido possível e que o problema é fruto de um desequilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão. O Sindicato também citou atrasos envolvendo a empresa Tamandaré Filial.

Aliado do ex-deputado diz que Eduardo Cunha se sente injustiçado e criticou estratégia de partidos do centrão para disputar a presidência da Câmara

Resultado de imagem para eduardo cunha complexo penal pinhais

Transferido contra sua vontade da superintendência da Polícia Federal em Curitiba para o Complexo Médico Penal em Pinhais, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB) está "obcecado" em trabalhar na sua defesa na ação penal a que responde na Operação Lava Jato.De acordo com o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), um dos mais fiéis integrantes da hoje extinta 'tropa de choque' de Eduardo Cunha na Câmara, o ex-parlamentar se diz injustiçado e acredita que sua prisão deveria ter sido evitada.Apesar da "obsessão" relatada por Marun, Cunha ainda encontra tempo para fazer suas análises da conjuntura política, especialmente em relação às movimentações de seus ex-colegas para definir quem será o presidente da Câmara pelo próximo biênio.

Confusão ocorreu na Câmara Municipal de Pinhais, no PR, na quarta (4). 

Projeto foi aprovado e propõe cortes no orçamento do município.

 

A aprovação de um projeto de lei que prevê cortes no orçamento da Prefeitura Municipal de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, acabou em confusão na tarde de quarta-feira (4), na Câmara de Vereadores. O texto, que propõe mudanças na gestão e nos gastos públicos, foi aprovado por unanimidade pelos 17 vereadores da Casa.

Após a votação, aprovada em segundo turno, houve bate-boca entre representantes do sindicato de servidores municipais e alguns moradores que acompanhavam a sessão.

O projeto foi apresentado pela prefeita Marli Paulino (PDT). Entre as medidas aprovadas estão aguardar 180 dias para que possa ser feito qualquer reajuste salarial aos servidores municipais, e a redução de 15% nos salários da prefeita, da vice, dos secretários, e dos funcionários com cargos comissionados.

Com a redução, o salário da prefeita, que era de 23.091,19, vai para 19.627,51. O projeto também prevê corte em promoções e outros direitos que envolvem os servidores municipais.

O bate-boca começou no plenário e, após a intervenção da polícia, algumas pessoas foram abordadas do lado de fora. Na manhã desta quinta-feira (5), o delegado responsável pelo caso não soube precisar o número de pessoas envolvidas, e nem se vereadores também se envolveram no tumulto.

Em nota, o Sindicato dos Servidores Públicos de Pinhais (Sinserp) disse que repudia os atos públicos praticados pela prefeita Marli Paulino e disse que projeto de lei altera e revoga direitos conquistados nos últimos anos pelos servidores públicos de Pinhais. Veja a nota na íntegra no final da reportagem.

A Prefeitura de Pinhais, também se manifestou por meio de nota, e disse que o projeto tem caráter emergencial e define uma série de medidas para prevenir o impacto da crise econômica no município. Veja a nota na íntegra:

"Em sua primeira semana como prefeita de Pinhais, Marli Paulino encaminhou à Câmara Municipal projeto de lei que define uma série de medidas para prevenir o impacto da crise econômica no município. Aprovado por unanimidade, o projeto tem caráter emergencial e estabelece 180 dias para avaliar como vai se comportar o orçamento do município para então reavaliar as medidas que afetam diretamente os servidores municipais.

Segundo o secretário de Administração, José Martins, em função da crise e da constante diminuição da arrecadação, há  muitas incertezas de como vão se comportar as finanças do município neste ano para o cumprimento dos limites estabelecidos na Lei de Responsabilidade Fiscal. "A  prefeita Marli Paulino está adotando as providências necessárias para manter o pagamento dos servidores em dia, o pagamento de todos os fornecedores e todos os serviços para a população com a mesma qualidade que vem mantendo até agora, sem precisar aumentar impostos", destacou.

O projeto apresentado pelo Poder Executivo e aprovado pela Câmara Municipal prevê as seguintes medidas:
- Redução do próprio salário da prefeita, da vice-prefeita e dos secretários;
- Redução dos salários dos cargos comissionados, de assessorias, chefias e funções gratificadas;
- A gratificação de produtividade fiscal terá redução nos mesmos percentuais da redução do salário da prefeita, vice-prefeita e secretários;

- Estabelece um limite de gastos para as funções gratificadas e de chefias;
- O pagamento de parte das férias em dinheiro vai depender da disponibilidade financeira;
- O reajuste salarial aguardará a disponibilidade orçamentária e financeira do município que será verificada ao final dos 180 dias;
- Adicional por tempo de serviço e os benefícios do plano de carreira ficarão suspensos e interrompidos para que ao final dos 180 dias seja verificada a disponibilidade orçamentária e financeira do município para suportar estas despesas.
- A taxa para administração do Pinhais Previdência que é de até 2% foi reduzida para 0,5% com aprovação do conselho daquele órgão pelo fato de estar superavitária já há vários anos.

Direitos garantidos

Todos os direitos já adquiridos pelos servidores estarão garantidos e serão pagos de acordo com a disponibilidade financeira do município.

No prazo de 180 dias a administração municipal providenciará estudo sobre comportamento e tendência das receitas, considerando os repasses do Governo Federal, do Governo do Estado e da arrecadação própria municipal para reavaliar as medidas adotadas.
Serviços à população serão mantidos

Um dos principais objetivos da medida apresentada pela prefeita Marli Paulino é de conseguir enfrentar a crise sem que os serviços à população sejam afetados. "Não haverá nenhuma redução em atendimento ou estrutura de unidade de saúde ou qualquer outro equipamento público municipal, conforme algumas pessoas erroneamente vêm informando", salientou Martins".

Veja a nota divulgada pelo Sindicato dos Servidores Públicos de Pinhais (Sinserp). 

"O SINSERP  Sindicato dos Servidores Públicos de Pinhais, CNPJ nº 07.716.179/0001-27, Código Sindical nº 912.000.813.26590-6, Entidade de grau inferior com abrangência Municipal dos Servidores Públicos de Pinhais, neste ato representado por seu presidente, Sr. Murilo de Araujo França, vem a público manifestar o seu apoio repúdio aos atos praticados pela Prefeita Municipal de Pinhais, Sra. Marly Paulino, diante do projeto de lei que altera e revoga direitos conquistados nos últimos anos pelos Servidores Públicos de Pinhais.

O Município de Pinhais, a olhos nus, se desenvolveu nos últimos anos como muito poucos, devido a transferências milionárias do governo federal vinculadas ao PAC, Programa de Aceleração do Crescimento. Tais transferências, associadas ao trabalho braçal e à qualidade dos serviços prestados pelos servidores de Pinhais fizeram do nosso Município um modelo a ser seguido. Mas como já dito, isto só ocorreu com o suporte dos SERVIDORES DE Pinhais.

Todavia, no dia de ontem, os SERVIDORES foram pegos de surpresa ao tomarem conhecimento da tramitação de um projeto de lei na Câmara de Vereadores de Pinhais, de autoria da Prefeita de Pinhais, Sra. Marly Paulino, que tenta esmagar direitos previstos no Estatuto do Servidor e no Plano de Cargos, Carreiras e Salários.

Entre as medidas pretendidas contra o Servidor de Pinhais, pretende-se:

O abono pecuniário referente à venda de 1/3 de férias não será mais direito do Servidor, e sim concedido caso o gestor queira pagar;
Suspender ( a contagem do tempo para onde está) do adicional do tempo de serviço, previsto no art. 84, inc. V da Lei 1.224/2011;
Não será obrigatória a revisão anual do salário em março, conforme o art. 308 da Lei 1.224/2011;
Interrompem (volta a contagem ao tempo zero) a progressão funcional prevista na Lei 1.224/2011 e 1.225/2011;
A gratificação fiscal cairá 15%.

A indignação e a surpresa de tal feito pelo Sindicato, se dá diante de diversos fatos que geraram um posicionamento rápido e firme dos Servidores de Pinhais. Em data próxima às eleições municipais, o Presidente do SINSERP foi amigavelmente recebido pela então Vice-prefeita de Pinhais, atualmente Prefeita do Município, a fim de discutir sobre ações sindicais que seriam tomadas em âmbito nacional, cujo interesse seria conjunto entre Servidores e gestão. Naquela conversa informal parecia que a futura gestão teria um posicionamento para diálogo mais aberto. Mas após sua posse, tudo mudou.

À surdina, alguns antigos gestores municipais, que ainda permanecem nomeados nesta gestão, juntaram-se para criar um projeto de Lei que visasse "prevenir" a gestão de dissabores financeiros devido há um futuro já escrito há muito tempo para o povo brasileiro, mas que segundo os próprios causados do problema acreditam, só terá conserto se reduzirmos os direitos dos Servidores Públicos. Nós somos, para eles, o maior problema do país. Ou melhor, no caso, de Pinhais.

Não são as diversas pensões acumuladas por políticos corruptos. Não são as pensões e vantagens de famílias de militares. Não são os gastos com os assessores de nada nem de ninguém. Não são os subsídios e vantagens de políticos e membros do judiciário. Não são os milhões e milhões da saúde, da educação, da assistência social, das obras públicas, da cultura, da segurança, entre tantos outros, apropriados indevidamente do nosso povo, durante décadas e décadas pelos nobres políticos. Não, não são isso tudo. Somos nós os culpados.

Nosso povo brasileiro já cansou. O trabalhador já cansou. O Servidor Público de Pinhais já cansou. Até quando vamos levar "porrada" sem fazer nada??

Chega de vivermos amedrontados por "lideranças " políticas que agem pela manutenção do poder e pelo enriquecimento ilícito. Chega de esmolas, do cabresto das gratificações. Chega de descaso, de ameaças, de assédio. É chegada a hora de o povo retomar o poder que lhe pertence. É chegada a hora de lutar por respeito, pela sua dignidade, por sua família, por seu país.

Esperamos sinceramente uma reavaliação da Prefeitura de Pinhais quanto ao ato praticado sem a consulta dos Servidores. Vamos juntar nossas forças e nos fazer sermos ouvidos. Esta guerra não é nossa, mas o resultado dela não pode cair sobre nós. Ainda que para isso tenhamos que nos esgotar por todos os meios cabíveis. Revolta, é a palavra de ordem.

A todos os companheiros, saudações fraternas".

 

Adriana Justi e Rafael NascimentoDo G1 PR e da RPC

 

Apesar da crise econômica enfrentada pelo país, a Prefeitura de Pinhais não reajustou o valor do imposto. Apenas haverá a atualização do valor referente à inflação

Pinhais.pr.gov.br/dbimages/39661_img.jpg" border="0" alt="Prefeitura de Pinhais" width="500" />

A partir desta semana, os Correios, começam a distribuição do carnê do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Apesar do momento de crise enfrentado pelo país, onde diversas medidas estão sendo tomadas para enfrentar a situação, a Prefeitura de Pinhais reforça que não haverá reajuste no valor do IPTU para esse ano de 2017. Apenas haverá a atualização do valor referente à inflação.

 

O imposto é uma das principais fontes de arrecadação municipal, e o valor recolhido fica integralmente nos cofres do município, sendo utilizado pela administração em ações que beneficiam diretamente a população. Parte deste montante é investido nas áreas da saúde e educação, e também na execução de obras de infraestrutura que serão realizadas na cidade durante todo o ano.

 

O valor do imposto pode ser pago em qualquer agência bancária, lotéricas ou pela internet até o vencimento. Após esse prazo deve ser emitida guia atualizada pelo site  www.pinhais.pr.gov.br/iptu ou no Departamento de Rendas Imobiliárias. É importante ressaltar que no valor a ser pago já estão previstas as taxas de recolhimento de lixo e taxa de bombeiros.

 

Até o dia 17 de fevereiro o contribuinte pode garantir 8% de desconto, somente no valor do IPTU, para pagamento à vista. Há também a possibilidade de parcelamento em até 10 vezes com vencimento no dia 15 de cada mês. A segunda via do carnê de IPTU pode ser gerada pelo link da Prefeitura de maneira rápida e prática, para isso o contribuinte deve ter em mãos o número da inscrição imobiliária.

 

Dívida Ativa

O munícipe que estiver em situação de dívida ativa deverá se dirigir ao Departamento de Rendas Imobiliárias para verificar as possibilidades de parcelamento de seus débitos, sob pena de cobrança judicial.

 

Serviço

O Departamento de Rendas Imobiliárias fica na Avenida Camilo Di Léllis, 453, no Centro de Pinhais. Mais informações pelos telefones (41) 3912-5178 ou (41) 3912-5180.  O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30, ininterruptamente.

 

CONTATO COMERCIAL

atendimento pelo email:

tudoPinhais@gmail.com

 

Visitantes

002812131
Hoje
Ontem
Ultima Semana
Ultimos Mêses
Este Mês
Último Mes
Total Geral
1230
1519
14920
2781439
41436
47017
2812131

Your IP: 172.69.62.44
Server Time: 2019-01-20 16:04:31

Facebook