O Jornal mais lido de Pinhais

Get Adobe Flash player

Estão sendo vacinados contra a Covid-19, trabalhadores pertencentes à rede municipal, estadual e privada de ensino

 

O município de Pinhais fez um grande esforço para vacinar contra a Covid-19 os trabalhadores da educação e, nesta quarta-feira (2), a previsão é concluir a imunização deste público com a primeira dose. “Temos feito uma força tarefa para vacinar esses trabalhadores, porque entendemos a importância deste grupo estar imunizado”, salientou a secretária de Saúde, Adriane Carvalho.

Os trabalhadores da educação começaram a ser vacinados no início de maio, após a inclusão deste grupo pelo Governo do Estado, em uma decisão pactuada com os municípios. Quem for profissional desta área e ainda não recebeu a primeira dose da vacina, procure a direção da unidade escolar.

Retorno às aulas

Pinhais vem se preparando para o retorno das aulas, da rede municipal, desde o ano passado. Neste  primeiro momento, regressaram os educandos do 5º ano. Por não ser de adesão obrigatória, as atividades remotas continuaram. Para o retorno gradativo às aulas, foi realizada uma pesquisa com os pais de alunos, que confirmou que mais de 60% queriam as aulas presenciais.

“Temos uma comissão formada desde o ano passado, analisando cada situação. Para um retorno seguro, reduzimos a quantidade e aumentamos o distanciamento entre mesas e cadeiras nas salas de aula; colocamos informativos e material de orientação aos protocolos necessários na escola para a prevenção à Covid-19 em diversos pontos reforçando as medidas, como uso de máscara e higienização frequente das mãos; interdição de alguns espaços; local para quarentena dos materiais; disponibilização de luvas e máscaras descartáveis”, explicou a secretária de Educação Andrea Franceschini, que complementa “os educandos e professores receberão máscaras de tecido, além das descartáveis disponíveis em todas as salas, e o cumprimento de todas as medidas será fiscalizado por uma comissão local formada pela comunidade escolar, em cada unidade”.

Ainda de acordo com a secretária, para estabelecer as medidas mais seguras possíveis, uma equipe técnica elaborou um protocolo de biossegurança a ser seguido em todas as unidades de ensino. “Instituímos um comitê no município com a participação dos segmentos da educação, saúde, assistência social, conselhos voltados à área educacional, para que pudéssemos discutir qual seria o melhor modelo de protocolo para o regresso seguro. Então nestas discussões, sempre orientadas pela Secretaria de Saúde, elaboramos o protocolo para o retorno”, explica.

Com relação às aulas das escolas estaduais, a secretária explica que esta é uma decisão do Estado. “As escolas estaduais têm autonomia para retornar ou não. Esta não é uma decisão da gestão municipal, mas sim da gestão estadual. As nossas equipes disponibilizaram o protocolo de biossegurança às escolas estaduais na busca de aumentar a segurança no ambiente escolar”, reforçou Andrea.

Dessas vagas, 1.146 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana. A maioria daquelas ofertadas nas unidades do Estado são para os setores da indústria, serviços, comércio e construção civil.

Coronavírus: Agências do Trabalhador têm mais de 2 mil vagas pela internet  - Agência Estadual de Notícias

As 216 Agências do Trabalhador do Paraná, vinculadas à secretaria estadual de Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), disponibilizam nesta semana 2.851 vagas de empregos com carteira assinada em empresas do Paraná. Dessas vagas, 1.146 estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

A Sejuf é responsável pela intermediação de mão de obra e captação de vagas nas Agências do Trabalhador do Estado. A determinação do Governo do Estado sempre foi para que os servidores das agências tenham uma postura ativa e busquem as vagas diretamente com as empresas.

A maioria das vagas ofertadas nas unidades do Paraná são para os setores da indústria, serviços, comércio e construção civil. As principais vagas disponíveis são para auxiliar de linha de produção (1.677 mil vagas), operador de telemarketing ativo e receptivo (226 vagas) e abatedor de aves (196 vagas).

ATENDIMENTOS – Devido ao aumento de casos da Covid-19, os atendimentos presenciais na Agência do Trabalhador Central da Capital estão suspensos. Os  interessados em vagas ofertadas devem buscar orientações entrando em contato pelo site www.justica.pr.gov.br/Pagina/Escritorios-Regionais, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Android e IOS) ou pelo site www.empregabrasil.mte.gov.br.

Em Curitiba, o atendimento é feito pelo chat sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos fones (41) 3883-2208, 3883-2212, 3883-2224, 3883-2233, 3883-2225, 3883-2234, 3883-2257 e 3883-2259, de segunda a sexta-feira, das 09h às 17h. As demais Agências do Trabalhador do Paraná devem seguir os decretos das administrações municipais.

Para orientações ou esclarecimentos sobre Seguro Desemprego o atendimento é feito pelo site sac.trabalho.pr.gov.br ou através dos telefones (41) 3883-2214, 3883-2251, 3883-2252 e 3883-2256. É possível habilitar o Seguro Desemprego pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital, disponível nas lojas de aplicativos de seu Celular Android ou IOS.

OFERTA DE VAGAS - Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que procuram ou ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Sejuf. Para acessar o chat basta entrar no LINK.

Na Capital, para ofertar vagas o contato pode ser feito através dos telefones (41) 3883.2220, 3883.2218, 3883.2241, 3883.2245 e 3883.2236.

Sanepar - Home | Facebook

As centrais de relacionamento ao cliente em Curitiba estão fechadas a partir desta segunda-feira (31), em cumprimento ao decreto de lockdown. Clientes devem priorizar a busca por informações e serviços pelo site e e-mail. O e-mail disponível é [email protected]

Pelo aplicativo de celular Sanepar Mobile, no site (na aba Clientes/Todos os Serviços) e pelo telefone 0800-200-0115, também é possível solicitar todos os serviços disponíveis pela Companhia.

A previsão é que as Centrais voltem a ter atendimento presencial a partir de 10 de junho.

Ex-secretário da Comunicação do governo do Paraná e da Prefeitura de Curitiba tinha 74 anos. Campana estava internado com a doença desde 26 de maio.

 

Fábio Campana era jornalista e morreu em Curitiba — Foto: Divulgação

Fábio Campana, jornalista e escritor, morreu vítima da Covid-19, neste sábado (29), em Curitiba. Uma publicação feita no blog pessoal do jornalista confirmou a morte.

Campana foi secretário de Comunicação Social do governo do Paraná e da Prefeitura de Curitiba e tinha 74 anos.

Ele foi internado no dia 26 de maio com diagnóstico positivo para a Covid-19, no Hospital Nossa Senhora das Graças (HNSG), em Curitiba, conforme divulgação no blog dele.

 O escritor nasceu no ano de 1947, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, mas morava na capital desde 1960.

Fábio Campana foi condecorado pelo governo do Paraná, em 2014 — Foto: Arnaldo Alves/AEN

Fábio Campana foi condecorado pelo governo do Paraná, em 2014 — Foto: Arnaldo Alves/AEN

 

Campana publicava colunas em uma rede de jornais do interior do Paraná e fazia comentários políticos para uma rádio. Além disso, era editor de uma revista e diretor de uma editora.

O escritor publicou os livros Restos Mortais, No Campo do Inimigo, Paraíso em Chamas, O Guardador de Fantasmas, Todo o Sangue, O último dia de Cabeza de Vaca, Ai e o último em 2011, A Árvores de Isaías.

Em dezembro de 2014, o governo do Paraná condecorou o jornalista com a Ordem Estadual do Pinheiro.

 

 

Só nesta sexta-feira (28), 1.300 profissionais desta área foram imunizados no sistema drive-thru

O município de Pinhais já vacinou grande parte dos profissionais da educação contra a Covid-19. Só nesta sexta-feira (28), foram imunizadas cerca de 1.300 pessoas pertencentes a este grupo prioritário, no sistema drive-thru no Expotrade.

Dentre os profissionais vacinados estava Susi Cristie da Silva que é professora da Escola Municipal Anísio Teixeira. Para ela a vacinação foi um momento de muita emoção. “É uma expectativa para nós professores. Nós queremos o retorno, mas com segurança, porque a nossa preocupação também é com os alunos e com a qualidade do ensino. Fizemos o possível no sistema remoto, mas sentimos essa necessidade do presencial”, relatou Susi.

Os trabalhadores da educação começaram a ser vacinados no início de maio. E a previsão é que durante o mês de junho todos os profissionais desta área sejam imunizados. Para a secretária de Educação, a vacinação destes profissionais é um avanço para um retorno seguro. “Eu fico muito contente, porque essa é a possibilidade real de retorno dos outros anos. Estamos voltando de maneira gradual e esse avanço da vacina nos traz a esperança de ampliar esse retorno. A gente sabe que a escola é um espaço seguro, mas a vacinação reforça ainda mais essa segurança”, declarou Andrea.

Seguindo o Plano Nacional de Imunização, Pinhais vacinou idosos acima de 60 anos, profissionais de saúde;  trabalhadores das Instituições de Longa Permanência; pessoas com deficiência em residência inclusiva; e agora está imunizando os profissionais da educação; grupo de comorbidades; pessoas com deficiência e iniciou os trabalhadores da Assistência Social, com a vacinação dos profissionais da Unidade de Acolhimento Institucional. “Temos nos organizado para vacinar toda nossa população. Tendo a disponibilidade de vacina, vamos avançando gradativamente e esperamos muito em breve abrir a vacinação por idade para a população em geral”, declarou a secretária de Saúde Adriane Carvalho.

Para a prefeita Marli Paulino, este é um momento de esperança, para que possamos viver tempos melhores. “É um sentimento de muita alegria e emoção, porque chegou o momento dos profissionais da educação se vacinarem. Desta forma, fica mais seguro para eles e também para as nossas crianças. Precisamos continuar nos cuidando porque a pandemia ainda está em níveis preocupantes. À medida que tivermos mais vacinas, vamos continuar vacinando e cuidando da nossa população”, finalizou Marli.

Serviço

Para quem faz parte do grupo de comorbidades e tem 18 anos ou mais, o cadastro está disponível no site: www.pinhais.pr.gov.br/vacina

Ocorrências foram registradas nesta semana nos bairros Jardim Cláudia e Weissópolis

Um homem que possuía um mandado de prisão por roubo agravado foi preso pela Romu (Ronda Ostensiva Municipal), da Guarda Municipal de Pinhais, na última quinta-feira (27).

A equipe de guardas realizava patrulha pelo bairro Jardim Cláudia, quando ao entrar na Rua Belo Horizonte, presenciou um homem saindo de um bar. Ele, ao ver a presença da viatura na via, tentou se evadir. O comportamento suspeito chamou atenção da Romu que o seguiu e o abordou. Embora não tenha encontrado algo de ilícito em posse dele, os guardas descobriram que o mesmo tinha um mandado de prisão em aberto por roubo agravado.

Mais um caso

Já no último domingo (23), mais um indivíduo foi preso por ter mandado de prisão em aberto, mas neste caso, por furto. O homem foi pego pela equipe Romu Alfa, na Rua Rio Amazonas, no Jardim Weissópolis.

Em ambas as ocorrências, os envolvidos, primeiramente, foram conduzidos para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município para a realização do teste de Covid-19, e na sequência, para a Delegacia de Polícia Civil que tomará as medidas cabíveis para os casos.

As doações já estão sendo entregues às famílias, após um protocolo de biossegurança recomendado para o manejo das arrecadações, por conta da pandemia

 

Desde o dia 22 de abril, a Secretaria Municipal Assistência Social (Semas) iniciou a Campanha do Agasalho com o tema  “Ajude Quem Mais Precisa”, para receber doações de agasalhos, cobertores novos e usados em bom estado. Até o momento, já foram arrecadadas mais de 2 mil peças, as quais já estão sendo entregues para as famílias em situação de vulnerabilidade social, atendidas pela Semas. Antes de chegar à destinação final, as doações passam por um protocolo de biossegurança, recomendado para o manejo, por conta da pandemia. 

A iniciativa ocorre anualmente e tem como objetivo atender a população em situação de vulnerabilidade social, dando destino aos donativos e levando conforto nos dias mais frios. 

A secretária municipal de Assistência Social, Rosangela Batista da Silva Duarte, destaca que, preferencialmente, os itens doados estejam higienizados e em bom estado de conservação. “Estamos vivendo um momento muito difícil, decorrente da pandemia de Covid-19 e doar roupas e agasalhos é um ato de amor para aqueles que necessitam. Estando limpos, evita-se a propagação da doença e facilita o trabalho da equipe, além de garantir que as pessoas recebam peças selecionadas, limpas e em condições de uso. Quanto maior nossa solidariedade, menor será o frio e a necessidade das famílias em vulnerabilidade”, ressaltou a secretária. 

Triagem e entrega com segurança

Em decorrência da pandemia, uma das principais preocupações é a questão de manter a segurança daqueles que fazem a triagem e dos que recebem as doações. Com isso, foi estabelecido um protocolo de biossegurança, recomendado para o manejo dos agasalhos e cobertores, desde o recebimento, passando pela coleta, triagem, armazenamento e destinação final. Para tanto, estabeleceu-se um fluxo para nortear o processo da Campanha de Agasalho:

Ainda, cabe ressaltar que a separação das peças e montagem de kits baseia-se nas necessidades das famílias cadastradas (número de pessoas, tamanhos das roupas, entre outros fatores). A entrega é realizada nos equipamentos por meio de agendamento. 

As doações podem ser feitas até o dia 22 de julho nos locais onde foram disponibilizadas caixas para coletas, que são órgãos e equipamentos públicos, empresas, indústrias e estabelecimentos comerciais que contribuem e se dispõem a serem ponto de coleta, solidarizando à causa.

Serviço

Os locais para doação podem ser consultados no site da Prefeitura de Pinhais


Com o benefício, as famílias podem adquirir, nos comércios credenciados, itens de higiene, vestuário, cama e banho e artigos de bebê

 

Neste ano, a Prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria de Assistência Social criou o Cartão Natalidade para atender as gestantes em vulnerabilidade e/ou risco social do município. Com o benefício, as famílias podem adquirir, nos comércios credenciados, itens de higiene, vestuário, cama e banho e artigos de bebê para atender às necessidades imediatas do recém-nascido. 

Para ter acesso a este benefício, é necessário entrar em contato com os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e passar por avaliação da equipe técnica. Os moradores do bairro Jardim Amélia, Vivian Danyeli dos Santos e Luiz Otávio da Silva Amoras receberam o benefício. “Somos pais dos gêmeos Lucas e Luyza, hoje com dois meses, e o cartão será de muita valia para comprarmos leite, fraldas, entre outras coisas para eles. Sem dúvida vai ajudar muito”, revela Vivian.

“Além do atendimento às famílias nas suas necessidades, o cartão visa estimular o comércio local. Com ele também é possível promover a aquisição do enxoval na quantidade necessária e com liberdade da mãe na escolha dos produtos. O cartão é confeccionado preferencialmente no nome da mãe, para que ela faça a administração desse recurso. Isso faz com que se fortaleça a autonomia e as ações de vínculo entre mãe e bebê”, explica Micheli Cristina Strapasson Ribeiro, do Departamento de Proteção Social Básica.

“A oferta deste benefício eventual, por situação de nascimento, também tem o objetivo de evitar ou superar inseguranças e vulnerabilidades sociais vivenciadas pelas mães e famílias nos processos que envolvem o nascimento. Isso impacta na convivência, na autonomia, na renda, enfim, na capacidade de viver dignamente e de proteger uns aos outros no grupo familiar. A Proteção Social refere-se à oferta de serviços e recursos que venham a minimizar o dano, atender a necessidade imediata e contribuir para a superação da vulnerabilidade a que a família está submetida”, ressalta Micheli.

Serviço

Para entrar em contato com o CRAS de sua região, e saber mais sobre o benefício, mande uma mensagem de WhatsApp para os seguintes números:

CRAS Norte: 98781-0570.

CRAS Sul: 98792-5001.

CRAS Leste: 98709-9474.

CRAS Oeste: 98786-8760.

Para a produção do plano, é necessária ampla participação e máximo envolvimento da população em todas as suas etapas

 

No mês de janeiro, a Prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo, deu início à elaboração do Plano de Mobilidade Urbana - PlanMob de Pinhais. Para a produção do plano, é necessária ampla participação e máximo envolvimento da população em todas as suas etapas. Para isso, durante todo este ano, são realizados diversos encontros, como oficinas e audiências públicas, que possibilitarão levantar as principais demandas dos munícipes de Pinhais. 

“O PlanMob, que fará parte da política de desenvolvimento urbano do município, é essencial para integrar os diferentes modos de transporte, melhorar a acessibilidade e mobilidade de pessoas e cargas no município, e proporcionar o acesso amplo e democrático às oportunidades que a cidade oferece”, explica Leonardo Batistella Favretto, do Departamento de Planejamento Urbano.

“Até o momento, foram realizadas as pesquisas de avaliação do transporte coletivo, as contagens volumétricas de tráfego em pontos de grande circulação e também as pesquisas de origem/destino de cargas dentro da cidade. A Prefeitura tem trabalhado com o auxílio da empresa Cidade Viva, contratada para este processo”, salienta Leonardo.

O Plano é uma ferramenta estabelecida pela Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), instituída em abril de 2012 pela Lei Federal nº 12.587, e deve ser integrado ao Plano Diretor - que também se encontra em processo de revisão neste ano. “O Plano de Mobilidade deve incorporar os princípios da mobilidade sustentável, com foco no transporte coletivo e não motorizado”, finaliza.

Serviço

Todo o processo de elaboração do PlanMob e a agenda de eventos podem ser acompanhados pela página: https://mobilidadepinhais.com.br/. Nela, também é possível preencher uma consulta on-line e entrar em contato com a equipe responsável pela elaboração do plano.

A "Operação Bike" é realizada no município aos finais de semanas em trechos das Ciclorrotas Nascentes do Iguaçu

A Guarda Municipal de Pinhais (GM) iniciou neste mês de maio ações com foco na prevenção de assaltos a ciclistas que circulam pela cidade, a “Operação Bike”.

A ação ocorre aos finais de semana em locais onde há maior circulação de ciclistas, em especial, nos trechos das Ciclorrotas Nascentes do Iguaçu, como na região da Estrada da Graciosa, e na Rodovia João Leopoldo Jacomel, próximo ao Parque das Águas. Recentemente várias ocorrências de assaltos foram registradas nestes pontos por ciclistas e a GM intensificou os trabalhos para combater a situação.

No último domingo (23), mais uma ação foi realizada. As equipes da GM iniciaram a operação no começo do dia, às 5 horas da manhã. Segundo informações do superintendente da GM, Dorival Selbach Junior, uma unidade móvel fica em um determinado ponto da via e as equipes circulam com viaturas e motos pelas regiões e trechos por onde os ciclistas pedalam. “A ação inicia cedo, pois já no fim da madrugada temos grupos pedalando e o movimento vai aumentando, inclusive, com pessoas que estão em família. Já faz três semanas que estamos fazendo essa ação na Estrada da Graciosa, e na Rodovia João Leopoldo, além da Avenida Ayrton Senna. Esse trabalho da GM, de estar presente nos locais, já gerou resultados, pois não tivemos registros de ocorrências, por isso, daremos continuidade para combater os casos de assaltos a ciclistas”, afirmou o superintendente.

Entre os ciclistas, a iniciativa gerou mais segurança. Na opinião de Jocimara Ribeiro Linder, que pedala há 15 anos e faz parte de dois grupos de ciclistas de Pinhais, a operação foi necessária, pois casos envolvendo assaltos e furtos de bicicletas cresceram recentemente. “A GM de Pinhais quando ficou a par desta situação nas regiões, como a Estrada Ecológica e Parque das Águas, tomou essa atitude e estamos vendo a presença dos guardas durante os pedais, além das viaturas. Inclusive, tivemos casos onde acionamos a GM e alguns suspeitos foram revistados e abordados. Sem dúvida, essa ação nos deixa mais seguros para pedalar nos locais por onde passamos”, destacou.

Outra questão fundamental, é que caso algum ciclista sofra um assalto ou tenha sua bicicleta roubada, que registre o boletim de ocorrência (B.O). Essa é uma atitude importante, pois ajudará a Guarda Municipal a fazer um mapeamento das regiões e identificar os suspeitos, contribuindo para atuação dos guardas inibirem os autores e os índices de criminalidade.

O ex-governador do Paraná, Jaime Lerner, morreu aos 83 anos, nesta quinta-feira (27). A informação já consta nos obituários divulgados pela prefeitura de Curitiba. Lerner estava internado no hospital evangélico Mackenzie. O sepultamento acontecerá nesta quinta-feira (27) no cemitério israelita Santa Cândida. 

Lerner foi três vezes prefeito da Cidade de Curitiba, onde liderou a revolução urbana que fez da cidade referencia nacional e internacional em planejamento urbano, principalmente em transporte, meio ambiente, programas sociais e projetos urbanísticos.

 Em 1965, ele participou do desenvolvimento do Plano Diretor de Curitiba. Durante sua primeira gestão como prefeito da cidade, no período 1971 a 1975, Lerner consolidou as transformações da cidade e implantou o Sistema Integrado de Transporte Coletivo, reconhecido internacionalmente.

Ele ainda comandou a cidade de 1979 a 1983, e seu terceiro mandato foi de 1989 a 1992. O sistema de transportes integrado de Curitiba foi eleito como um dos 50 projetos mais influentes dos últimos 50 anos, de acordo com o Instituto de Gerenciamento de Projetos, que está presente em mais de 160 países. 

Sua gestão também foi marcada pela criação de parques arborizados, como o Jardim Botânico, inaugurado em 1991, e a Ópera de Arame, inaugurada no ano seguinte. Ambas obras se tornaram importantes pontos turísticos da cidade atraindo turistas de diversos estados desde a criação.

Eleito governador do estado do Paraná em 1994 e reeleito em 1998, Lerner conduziu importantes transformações socioeconômicas que resultaram em melhorias na qualidade de vida no campo e nas cidades.

O sistema de transportes integrado de Curitiba foi eleito como um dos 50 projetos mais influentes do mundo nos últimos 50 anos, de acordo com o Instituto de Gerenciamento de Projetos, que está presente em mais de 160 países. O BRT (Bus Rapid Transit) de Curitiba ocupou o 33º lugar ao lado de outras iniciativas importantes.

Entre 1970 e 1990, Lerner passou pelo Arena, PDS e PDT. Como governador de 1995 a 2002, passou pelos partidos PDT (durante o primeiro mandato) e pelo então PFL, atualmente DEM. 

Formado pela Escola de Arquitetura da Universidade Federal do Paraná em 1964, ele fundou do Instituto Jaime Lerner e a Jaime Lerner Arquitetos Associados (JLAA). Ele foi presidente da União Internacional dos Arquitetos (UIA) de 2002 a 2005.

Em 1990, Lerner recebeu o Prêmio Máximo das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Em 1996, recebeu o prêmio da Unicef Criança e Paz, além de outros prêmios e títulos voltados à conservação do meio ambiente e planejamento urbado. O arquiteto também publicou diversos livros e artigos que tratavam da importância do urbanismo nas cidades. 

PUBLICIDADE LEGAL

 

PUBLIQUE SÚMULAS

FALE CONOSCO

[email protected]

(41) 36638447

41-99690-0125

 

CONTATO COMERCIAL

atendimento pelo email:

[email protected]

 

Visitantes

005249121
Hoje
Ontem
Ultima Semana
Ultimos Mêses
Este Mês
Último Mes
Total Geral
754
1741
20797
5082778
193070
86607
5249121

Your IP: 162.158.222.148
Server Time: 2021-09-26 09:50:12

Facebook